Detonando

Após vídeo de morador colocando vereador para correr, parlamentar explica situação

Após vídeo envolvendo o vereador Enfermeiro Emerson vir à tona nesta sexta-feira (26), mostrando um morador irritado com a presença do parlamentar durante a revitalização de uma via no bairro São Mateus, em Várzea Grande o vereador se posicionou e explicou a situação. Segundo o munícipe, ele havia solicitado a limpeza da rua ao vereador, mas não foi atendido.

Em resposta ao Site MT de Fato, o vereador esclareceu o caso, explicando que o pedido de revitalização foi atendido por seu assessor, Chico da Saúde, presidente do bairro São Mateus. O vídeo teria sido gravado por um morador com posicionamento político contrário ao do vereador Enfermeiro Emerson, que se dirigiu ao local para verificar os trabalhos realizados.

O parlamentar detalhou o ocorrido, explicando que a obra estava relacionada à colocação de asfalto, que resultou na formação de lama e buracos na rua 8 do bairro. Seu assessor teria procurado a empresa responsável pela obra para solicitar os reparos necessários, os quais foram realizados na segunda-feira seguinte ao incidente. O vereador compareceu ao local para conferir o andamento dos trabalhos, momento em que foi gravado pelo morador insatisfeito.

“Então lá, nada a ver com a questão do asfalto. Tá sendo feito o asfaltos aqui no bairro, e aí a empresa que tá fazendo asfalto tava passando nessa rua aí, na rua 8, com o aterro. Aí fez aquela lama, aquele buraco lá. Certo? Na época da chuva. Isso ia tem uns 20 dias que aconteceu. E ai o seu Chico, esse que eu mandei pra você, o presidente do bairo foi atrás da empresa que está fazendo as fotos, que é W cerqueira, e pediu para que eles fossem lá arrumar. Aí, na segunda -feira eles foram lá, arrumar. E eu fui lá para olhar e conferir os trabalhos do pessoal lá. E aí, esse rapaz, aí é um adversário político aqui da região, do bairro. (sic)”, explicou Emerson.

Veja o vídeo disponibilizado pelo parlamentar, através de seu assessor:

Vídeos dos trabalhos realizados:

por Paulo Ricardo – MT de Fato

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *