Mauro busca agilidade do Ibama para obras emergenciais no Portão do Inferno

Encontro em Brasília discutiu a dispensa de licenciamento para solucionar deslizamentos na MT 251 entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães.


O governador Mauro Mendes e membros da bancada federal e estadual se reuniram com o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Rodrigo Agostinho, para solicitar autorização de obras emergenciais no Portão do Inferno, localizado na MT 251 entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães, a 67 km da capital. O encontro ocorreu no fim da tarde desta terça-feira (2), na capital federal.

O objetivo do governo é obter uma “dispensa de licenciamento” para acelerar o início das obras. “Ele [presidente do Ibama] ficou de o mais rapidamente possível tramitar essa documentação aqui dentro para procurar dar uma resposta sobre esse pedido de dispensa de licenciamento”, declarou o governador Mauro Mendes após a reunião.

Mendes ressaltou a importância da ação emergencial para evitar danos aos estabelecimentos comerciais e aos moradores de Chapada dos Guimarães. “A população espera uma, duas ou até três horas devido a bloqueios causados pelas chuvas intensas. Um exemplo disso foi um deslizamento de pedras recente, em que uma rocha de cerca de 30 quilos caiu de uma altura de 20 metros. Isso pode resultar em acidentes graves, inclusive com fatalidades. Por isso, é crucial tomar as devidas precauções o mais breve possível”, argumentou o governador.

O início das obras está condicionado à autorização do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), uma vez que a área é de responsabilidade do Governo Federal. Rodrigo Agostinho, presidente do Ibama, manifestou interesse em resolver a situação com rapidez e se comprometeu a encaminhar o projeto ao ICMBio.

“Nós vamos fazer a análise da forma séria. Vamos cumprir com o nosso papel para dar uma solução em breve. Vamos encaminhar imediatamente o projeto ao ICMBio”, assegurou Agostinho.

A questão dos deslizamentos na MT 251 é uma preocupação crescente devido aos riscos de acidentes e interrupções no tráfego, afetando a segurança e a mobilidade da população local e dos visitantes que utilizam essa importante rodovia de ligação entre Cuiabá e Chapada dos Guimarães.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *