Política

Deputada determina que bancada de vereadores do União Brasil vote pela cassação do Emanuel


A presidente do União Brasil em Cuiabá e deputada estadual, Gisela Simona, determinou que os vereadores da bancada do partido na capital mato-grossense votem pela cassação e reprovação das contas do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), referente ao exercício de 2022.

A decisão foi comunicada aos parlamentares da sigla durante uma reunião do núcleo Executivo Municipal do partido, realizada na manhã desta segunda-feira (25). A bancada é composta pelos vereadores Cezinha Nascimento, Michelly Alencar e Dr. Luiz Fernando.

“Decidimos que votaremos em consenso pela cassação do prefeito Emanuel Pinheiro e pela reprovação das contas de Emanuel junto à prefeitura, acompanhando o parecer do Tribunal de Contas”, afirmou Gisela Simona.

Ao justificar o posicionamento de oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro, Gisela citou diversos motivos, incluindo a reprovação das contas do prefeito de 2022, intervenção na Saúde de Cuiabá, paralisações dos serviços públicos, atraso no pagamento de fornecedores, situação financeira do município e o fato do gestor ter sido afastado do cargo duas vezes por suspeita de corrupção.

“São esses, entre outros motivos elencados em ata, que nos fazem decidir por unanimidade entre os membros da Executiva um posicionamento partidário de oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro”, acrescentou a deputada.

A determinação da presidente do partido impacta diretamente o vereador Cezinha Nascimento, que é contra as recomendações e é aliado do prefeito na Câmara Municipal. Gisela Simona antecipou que o União Brasil irá criar, no dia 1º de Abril, o Conselho de Ética e Disciplina Partidária, e que os vereadores que desrespeitarem as orientações poderão ser expulsos da agremiação.

“Havendo o descumprimento por parte de nossos vereadores, nós teremos a previsão de penalidades, previstas no estatuto. Mas acreditamos que isso não ocorrerá, porque toda a votação no dia de hoje foi por consenso”, concluiu Gisela Simona.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *