Primeira-dama de Cuiabá articula possível apoio do MDB a grupo pró-Lula

Subtítulo: Movimento liderado por Márcia Pinheiro busca aliança com PT e PC do B, mas MDB local considera possibilidade de candidatura própria

Cuiabá, Mato Grosso – A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (PV), está articulando um possível apoio do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) à Federação Brasil da Esperança nas eleições municipais de 2024. Essa federação é composta pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B), além do partido de Márcia Pinheiro.

A movimentação foi revelada pelo advogado Francisco Faiad, que assumiu recentemente o comando da executiva municipal do MDB de forma provisória. Ele mencionou que existe uma posição de apoio à federação, especialmente considerando que esta apoiou Márcia Pinheiro nas eleições de 2020. No entanto, destacou que esse direcionamento será objeto de debate e deliberação entre os membros do partido.

A nível nacional, o MDB e a federação têm uma relação sólida, sendo parte da base aliada e ocupando ministérios no governo. Porém, a dinâmica política local pode conduzir a diferentes caminhos em Cuiabá. Parte do MDB defende uma candidatura própria na capital, com o deputado estadual Juca do Guaraná sendo cogitado como um dos possíveis nomes. No entanto, nos bastidores, essa possibilidade é vista como desafiadora, dada a influência da deputada Janaina Riva, que defende uma aliança com Eduardo Botelho, presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, pelo União Brasil.

Francisco Faiad antecipa que essas divergências devem gerar debates intensos dentro do MDB local, reconhecendo o poder de Janaina Riva e destacando a importância de todas as vozes do partido serem ouvidas no processo de decisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *