Mendes teme racha e pede ‘algumas horas’ para definição de candidato do União Brasil

Encontro no Palácio Paiaguás termina sem consenso sobre o candidato do grupo governista para a capital mato-grossense

A reunião realizada nesta quinta-feira (8) entre o governador Mauro Mendes, o chefe da Casa Civil, Fábio Garcia, e o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho, não chegou a uma definição quanto ao candidato do União Brasil nas eleições municipais de 2024 em Cuiabá.

Inicialmente, a expectativa era que o encontro resultasse na escolha do candidato do grupo, porém, a falta de consenso persistiu. Após a reunião a portas fechadas no Palácio Paiaguás, o governador compartilhou uma foto ao lado de Garcia e Botelho, indicando que estão trabalhando para apresentar uma alternativa para as eleições deste ano.

Mendes destacou a situação deplorável da capital, com problemas financeiros, dívidas e buracos, reforçando o compromisso de buscar uma solução para mudar essa realidade.

Ao deixar a sede do governo, Botelho informou que o governador solicitou “mais algumas horas” para refletir sobre a decisão, buscando evitar divisões no grupo. O presidente da ALMT expressou anteriormente sua impaciência diante da indefinição, ressaltando que a decisão depende exclusivamente do governador.

Fábio Garcia é apontado como o favorito de Mauro Mendes, enquanto Eduardo Botelho continua na disputa, buscando ser escolhido como candidato do grupo governista. A expectativa é de que a decisão seja anunciada após a reflexão adicional solicitada pelo governador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *