Prefeito de MT reclama que população “não para de fazer filho” e gera polêmica

O prefeito Alcino Barcelos, do município de Pontes e Lacerda, localizado a 400 quilômetros de Cuiabá, protagonizou uma polêmica ao reclamar que a população “não para de fazer filho”. A declaração foi feita durante uma entrevista a uma TV local, na qual o gestor lamentou que não poderia implantar uma escola de tempo integral devido à necessidade de investir em creches.

A polêmica surgiu quando o prefeito divulgou um vídeo em suas redes sociais afirmando que sua fala foi distorcida. No entanto, ele manteve a declaração, explicando que gostaria de implementar a primeira escola em tempo integral na cidade, mas isso não seria possível porque “o povo não para de fazer filho”. Alcino Barcelos afirmou que não mentiu e que, diante do aumento da natalidade, será necessário continuar investindo em creches.

É importante destacar que, em 2022, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o Estado tem o dever constitucional de assegurar o atendimento em creche e pré-escola às crianças de até 5 anos de idade. A oferta de vagas para a educação básica pode ser reivindicada na Justiça por meio de ações individuais. A ministra Rosa Weber, na ocasião, ressaltou que a oferta de creche e pré-escola é essencial para garantir às mães a segurança no exercício do direito ao trabalho e à família. A educação básica é considerada um direito fundamental de todas as crianças e jovens.

A declaração do prefeito gerou críticas e levantou debates sobre políticas públicas relacionadas à educação e assistência às famílias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *