Cuiabá proíbe uso de jalecos fora de ambientes de saúde

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), sancionou uma lei que proíbe servidores da saúde de utilizarem jalecos, aventais e outros equipamentos de proteção individual fora das instituições de saúde, sejam elas públicas ou privadas. A medida foi aprovada pela Câmara de Vereadores e visa evitar riscos de contaminação, considerando que esses itens podem ser potenciais para a transmissão de microrganismos.

De acordo com a lei, fica proibida a utilização desses equipamentos em ambientes externos, como bares, restaurantes e similares, assim como em locais que comercializam alimentos in natura, como mercados e feiras livres. A restrição visa garantir a segurança sanitária e evitar a disseminação de possíveis contaminações quando esses profissionais estiverem fora de seus ambientes de trabalho.

A proposta foi apresentada pelo vereador Adevair Cabral (PTB), e o texto ressalta que o uso desses materiais fica restrito à permanência dos profissionais nas instituições de saúde. A lei já está em vigor na capital mato-grossense, e seu descumprimento pode acarretar em penalidades para os servidores da saúde que não seguirem a determinação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *