Investimentos de mais de R$ 16 milhões anunciados para infraestrutura em Várzea Grande

Kalil, e Jayme anunciam emendas e empréstimos para água, terminal rodoviário e centro de abastecimento recursos foram destinados pela Caixa Econômica Federal, via emendas do senador Jayme Campos e deputado federal Coronel Assis. Cifras serão usadas em projetos de pavimentação urbana e rural construção e estruturação das unidades do Cras e Centro Pop.

Várzea Grande vai abrir 2024 com mais de R$ 16 milhões em caixa para investimentos em infraestrutura, fora o empréstimo de R$ 150 milhões já aprovado e que se encontra em fase de contratação junto a Caixa Econômica Federal. Os recursos das emendas parlamentares foram repassados, por meio da assinatura de convênio entre a prefeitura e a Caixa Econômica Federal. O banco é o agente financeiro que vai fazer o repasse das cifras, que têm origem em emendas parlamentares do senador Jayme Campos e do depurado federal, Coronel Assis.
Dos mais de R$ 16 milhões, R$ 2,7 milhões são de contrapartida do Tesouro Municipal, ou seja, recursos próprios. O montante anunciado será aplicado em seis projetos de infraestrutura, sendo três deles voltados à pavimentação e drenagem e outros três para reestruturação dos serviços do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), para edificação e melhorias das unidades dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e do Centro POP.
Ainda conforme o convênio celebrado, os bairros Vitória Régia, Costa Verde 3, Jardim Paula 2, Eliane Gomes e o Distrito do Engordador são contemplados com asfalto novo.
Como fez questão de ressaltar o prefeito Kalil Baracat, mais uma vez a cidade é contemplada por emendas, “graças à confiança que há sobre essa gestão, bem como, à harmonia que existe na nossa relação entre os poderes. Temos muito que agradecer aos parceiros como governo do Estado, Assembleia Legislativa, Câmara Municipal, Câmara dos Deputados e ao Senado. Mas hoje, em especial, quero agradecer ao senador Jayme Campos por mais uma vez articular política públicas em prol da construção de uma Várzea Grande cada vez melhor e moderna. Nesses três anos à frente do Município, sem medo de errar, acredito que somente o senador já liberou mais de R$ 150 milhões em emendas para Várzea Grande. Emendas que proporcionaram projetos em várias áreas, como na saúde, na educação, na infraestrutura e na distribuição de água”.
Além dos recursos via emendas, a prefeitura tem convênios junto à Caixa na ordem de R$ 300 milhões, sendo R$ 150 milhões contratados e sendo executados e outros R$ 150 milhões em fase final de contratação para obras de pavimentação de ruas e avenidas, obras do sistema de abastecimento de água como reservatórios, redes de distribuição e implantação de hidrômetros, do Terminal Rodoviário e do Centro de Distribuição ou Feria Livre.
“Existem demandas, estamos trabalhando e ainda haverá pleitos que não poderão ser atendidos. Mas hoje, aqui, posso afirmar, que até o final deste ano estaremos colocando a ETA Barra do Pari/Chapéu do Sol de 250 litros por segundo ou 21,6 milhões de litros/dia para funcionar. Ela já está em fase de testes e juntamente com a ETA Grande Cristo Rei, vai nos permitir passar de uma produção de 700 litros por segundo (2021) ou 60.480 milhões de litros/dia para 1,4 mil litros por segundo (2024) ou 120.960 milhões de litros dia, ou seja, dobrando nossa capacidade de captação, tratamento e distribuição de água para que no mais curto tempo possível, lembrando que são obras complexas e que demandam tempo, a intermitência no abastecimento de água para toda a população fique no passado em nossa cidade. Outra demanda que quero anunciar aqui, aproveitando o momento em que tratamos de novas obras, é que vamos licitar nos próximos dias o projeto para construção da nova rodoviária, projeto esse que será um marco e um novo cartão postal da cidade, como também do Centro de Abastecimento (Feira Livre). Muitos parceiros, tanto públicos quanto da iniciativa privada estão acreditando na gestão do prefeito Kalil e nós estamos aqui, dia e noite, validando cada voto de confiança”.
Presente ao ato de assinatura, o senador Jayme Campos, lembrou que somente em 2023 já aportou cerca de R$ 50 milhões em recursos provenientes de emendas parlamentares. “Várzea Grande tem muitas demandas e faço essa intermediação com muito orgulho porque contribuo com minha cidade. Quero aproveitar esse momento também para propor uma nova parceria entre prefeitura, Caixa e a bancada parlamentar de Mato Grosso: construirmos um centro de eventos de múltiplo uso para nossa cidade. Somos mais de 300 mil habitantes e seguimos sem um espaço adequado para ser o endereço dos grandes eventos, das grandes manifestações de nossa cidade. Acredito que podemos pensar nisso, como uma grande obra para ser lançada em 2024”.
O superintendente de Governo da Caixa Econômica Federal, Giliarde Belton, disse que a instituição é parceira de Várzea Grande e da gestão do prefeito Kalil Baracat, sinalizando que bons clientes têm preferência quando se trata de repasses federais via emendas ou via empréstimos.
Representando a Câmara dos Vereadores, o presidente, vereador Paulo Tolares, frisou que a Casa é parceira do Executivo, especialmente para validar projetos de infraestrutura para a cidade. “Cada novo projeto, cada lançamento, cada inauguração, fazem a nossa cidade avançar. Se existe essa harmonia entre os poderes é porque a relação é de confiança”.
O prefeito Kalil fez questão de lembrar ainda que a prefeitura de Várzea Grande é uma das poucas, tanto em nível estadual, como de federação, a validar um convênio com a Caixa Econômica que permite que a própria instituição possa fiscalizar os valores que serão destinados à cidade para obras e projetos. “É um convênio validado deste a gestão da prefeita Lucimar Sacre de Campos que permite a verificação dos recursos públicos. A própria Caixa audita a aplicação e com isso vamos ampliando nossa capacidade para tomadas de novos recursos, visto que cada centavo tem destinação correta e é bem aplicado”.
TAMBÉM PARA 2024 – O senador Jayme Campos anunciou que vai buscar emendas e ou recursos públicos federais que possam garantir a aquisição de mil motos para utilização dos Agentes de Endemias. Além disso, recursos devem ser viabilizados para aquisição de 100 veículos para serem destinados ao reforço das políticas sociais em Mato Grosso, a exemplo, dos Conselhos Tutelares.
“Destinamos recursos tanto para o Governo do Estado como para todos os municípios, pois assim entendemos que se faz política, com reciprocidade, investindo recursos que podem ser economizados pelas Administrações Estadual e Municipal e colocados em outras áreas, pois já fui prefeito de Várzea Grande e sei que apesar de existir prioridades, todas as áreas do Poder Executivo precisam de investimentos e quando são as áreas essenciais como Saúde, Educação, Segurança e Social, ai somente somando os recursos federais, estaduais e municipais que poderemos aportar os recursos necessários”, disse Jayme Campos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *