Operação desarticula envolvidos em homicídio com requintes de crueldade

Nesta sexta-feira (08), a Polícia Civil deflagrou a Operação Carreta em Nova Olímpia, com o objetivo de cumprir 13 mandados judiciais relacionados a um duplo homicídio ocorrido em junho deste ano. O crime chocou a comunidade local, pois as vítimas, dois adolescentes, foram torturadas e queimadas vivas.

As investigações, que duraram seis meses, levaram à identificação dos executores do crime brutal. No dia 24 de julho, um incêndio em um canavial revelou a cena chocante, onde um dos jovens foi encontrado sem vida e o outro, gravemente queimado, foi encaminhado a Cuiabá, mas também não resistiu aos ferimentos.

Os suspeitos, envolvidos em um “tribunal do crime”, foram identificados e alvo da operação policial. Durante a ação, quatro prisões preventivas foram efetuadas, juntamente com seis buscas e apreensões, uma apreensão de menor de idade e duas quebras de sigilo telemático.

Os presos, W.S.O. (19 anos), V.R.L. (27 anos) e H.N.S. (23 anos), bem como o adolescente de 17 anos, foram conduzidos para ficar à disposição do Poder Judiciário.

O delegado Gustavo Espíndula destacou a complexidade das investigações, envolvendo análise pericial e esforços da equipe policial. A operação contou com o apoio de outras delegacias especializadas e regionais, visando desarticular a organização criminosa responsável pelos atos hediondos.

O caso reforça a importância do trabalho investigativo na elucidação de crimes graves e serve como alerta para a necessidade de combate à violência e punição dos envolvidos em atos tão cruéis. As investigações prosseguem para identificar outros possíveis participantes e esclarecer totalmente o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *