Escândalo familiar: Caso entre genro e sogro choca e mulher expõe vídeos

Getting your Trinity Audio player ready...

Um caso inusitado na cidade de Araraquara, interior de São Paulo, pegou a internet de surpresa. Camila Oliveira, filha e esposa dos envolvidos, descobriu, ao acessar o celular de seu pai, Edielson Oliveira, um relacionamento que ele mantinha com seu marido, Juninho Virgilio, há pelo menos dois anos. Movida pela raiva, ela decidiu expor os dois nas redes sociais, tornando o caso viral nesta terça-feira (21).

Após encontrar conversas e vídeos comprometedores de Edielson e Juninho no celular de seu pai, Camila escolheu se vingar e incendiou o carro do marido. Posteriormente, compartilhou diversos prints do conteúdo encontrado no aparelho, uma vez que Edielson gostava de gravar os encontros com o genro no motel.

As imagens não demoraram a se espalhar pelas redes sociais, sendo recuperadas no X, antigo Twitter, onde internautas compartilharam vídeos que mostram Juninho nu e desconfortável, enquanto Edielson o filma. Em uma das imagens, o pai de Camila faz piada dizendo que ficou sem gasolina ao retornar do motel.

A reação de Edielson foi de descontrole, manifestando-se em gritos direcionados a Juninho. Em um dos vídeos, o sogro é visto lançando objetos enquanto grita na rua, proclamando: “Eu chupei o seu c…”, revelando a natureza do relacionamento. Em outro registro, vizinhos tentam conter a fúria de Edielson, que acaba enfrentando a indignação da população.

Buscando se defender, Juninho também recorreu às redes sociais, alegando que manteve o relacionamento com o sogro apenas sob ameaças. No entanto, Camila desmentiu o marido, revelando conversas em que os dois trocam carícias e Juninho solicita dinheiro em troca dos encontros.

No X, internautas repercutiram a fofoca, expressando choque diante do caso revelado. “O brasileiro sabe trazer entretenimento como ninguém”, comentou um perfil. “Isso é o que eu chamo de um babado”, disse outro. “É tanta informação para assimilar que tô perdidinho aqui”, afirmou um terceiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *