Política

Abílio quase é linchado por defender Israel na Câmara e sai escoltado; Veja

Na tarde de hoje (08), a Câmara dos Deputados foi palco de um confronto acalorado entre os deputados Abilio Brunini, conhecido por suas posições alinhadas a Jair Bolsonaro, e Erika Hilton, uma defensora dos direitos humanos e das causas progressistas. O incidente ocorreu durante uma sessão parlamentar que discutia a situação de conflito na Palestina e o apelo por um cessar-fogo.

Abilio Brunini, em um discurso polêmico, tentou tumultuar a sessão ao expressar sua opinião sobre o conflito no Oriente Médio, chamando a atenção para a necessidade de apoiar Israel. O deputado, que é um aliado de Bolsonaro, alegou que o Estado de Israel tem o direito de se defender contra ataques.

No entanto, a sessão tomou um rumo inesperado quando Erika Hilton, uma voz ativa na defesa dos direitos humanos e crítica das políticas do governo, não hesitou em confrontar Abilio Brunini. Hilton reforçou a necessidade de se buscar um cessar-fogo imediato e a condenação de todas as formas de violência na região, enfatizando a importância de uma solução diplomática e justa para o conflito.

O confronto entre os dois deputados rapidamente se intensificou, com trocas de palavras ásperas e acusações mútuas. Erika Hilton acusou Abilio Brunini de tentar tumultuar a sessão e desviar o foco do debate principal, enquanto Brunini alegou que estava exercendo seu direito de liberdade de expressão.

https://twitter.com/TelesCombate/status/1722357016205603066

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *