Política

PSD de Cuiabá marca filiação de Eduardo Botelho para 11 de dezembro

O PSD de Cuiabá agendou a filiação do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho, para o dia 11 de dezembro de 2023. A decisão foi tomada após Botelho não ser escolhido como o candidato do partido à prefeitura de Cuiabá nas eleições do próximo ano. A informação foi confirmada pelo presidente municipal da sigla, deputado Wilson Santos (PSD).

Wilson Santos revelou que a organização para a filiação de Eduardo Botelho já começou, embora o deputado ainda não tenha sido comunicado formalmente. Segundo ele, Botelho tem demonstrado interesse em se filiar ao PSD, especialmente após não ter sido o candidato escolhido pelo partido para a prefeitura da capital.

“Essa é uma iniciativa do PSD de Cuiabá. Ainda vamos comunicar o deputado Botelho, que está com um pé e meio no PSD. Ele sabe que o governador tem outro candidato. Ele sabe que a primeira-dama Virgínia Mendes não quer ele. Então, ele está esperando o governador voltar de viagem para se desligar”, explicou Wilson Santos durante uma entrevista à TV Vila Real.

Santos ressaltou que Eduardo Botelho ainda não se desligou do seu partido atual, o União Brasil, por respeito ao governador. Botelho e Fábio Garcia, chefe da Casa Civil e membro do União Brasil, são pré-candidatos à prefeitura de Cuiabá pela sigla, e o governador Mauro Mendes deu preferência a Garcia.

“Ele é educado, respeitoso e não quer deixar o partido sem falar com o governador, até porque eles são amigos”, disse Wilson Santos. Além disso, o presidente municipal do PSD confirmou que Botelho terá uma reunião com o líder nacional do partido, Gilberto Kassab, em São Paulo.

Com a organização da filiação de Eduardo Botelho, o PSD de Cuiabá demonstra seu entusiasmo em receber o deputado. Fábio Garcia, por sua vez, está em Brasília tentando convencer a cúpula nacional do União Brasil a convencer Botelho a permanecer no partido, apesar da preferência do governador.

Embora Garcia tenha declarado que não há nenhuma reunião programada, há uma tentativa de mantê-lo na sigla. A movimentação nos bastidores da política mato-grossense promete ainda mais emoções à medida que as eleições municipais se aproximam.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *