Greve de ônibus em Cuiabá por falta de salários prejudica trabalhadores

Os motoristas da empresa de transporte coletivo Caribus Transportes paralisaram suaas atividades nesta segunda-feira (6), como forma de protesto, devido ao atraso de salários e benefícios como a alimentação. E asseguraram que só retornam ao trabalho com a quitação das pendências.  

“Vem acontecendo constantemente nessa empresa atrasos de benefícios e salários. O sindicato já notificou a empresa e a gente não vai aceitar mais essa situação. Hoje, em forma de protesto, a empresa amanheceu parada e estamos aguardando uma posição da diretoria para quitar essa situação com os trabalhadores”, disse um motorista.

A ação pegou os usuários de surpresa que foram impedidos de chegar ao trabalho. Muitos apontaram que desde as primeiras horas da manhã estavam no ponto aguardando ônibus. 

A reportagem do O Bom muitos trabalhadores relatam que não conseguiram chegar as empresas devido a paralisação. Além disso o preço do Uber estava alto com valores de R$58 a R$ 90 em trechos que normalmente as cobranças chegam no máximo a R$20.

Pelo menos 300 mil passageiros, que utilizam o transporte coletivo na região dos bairros Pedra 90 e Osmar Cabral, serão prejudicados.  

Por meio de nota, a Prefeitura de Cuiabá informou através da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), que o motivo do descontentamento dos funcionários é relacionado com a empresa empregadora e não com a administração. E que a gestão não aceitará que haja qualquer prejuízo aos usuários, assim, buscará minimizar os danos e o restabelecimento dos serviços prestados à população o mais rápido possível. (Veja abaixo nota na íntegra)

Veja a nota

 NOTA À IMPRENSA

A respeito da paralisação dos motoristas de ônibus na manhã desta segunda-feira (06) da empresa Caribus, Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa:

⁃ O motivo do descontentamento dos funcionários é relacionado com a empresa empregadora e não com a Prefeitura de Cuiabá;
⁃ A Prefeitura de Cuiabá não aceitará que haja qualquer prejuízo aos usuários e buscará minimizar os danos e o restabelecimento dos serviços prestados à população cuiabana o mais rápido possível.

A empresa em questão presta serviço na região do Centro Político Administrativo (CPA), Pedra 90 e Osmar Cabral.

Por meio de nota a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informou que o motivo do descontentamento dos funcionários é com a empresa e não com a Prefeitura.

O presidente do sindicato da baixada cuiabana, Edval Luiz, disse que todos os ônibus da empresa estão parados e sem previsão de retorno.

por O Bom da Notícia

One thought on “Greve de ônibus em Cuiabá por falta de salários prejudica trabalhadores

  • Marilza Salgado de Barros

    Eles estão no direito de reinvidicar seus direitos,mas francamente,tem motorista que faz a linha 106 Cidade Verde/Coophamil,que ficam de bate papo no ponto final do bairro Cidade Verde com mulheres,e atrasando a vida de quem quer voltar pra casa ao final do dia…Fiscalização tem que apurar esses absurdos que certos motoristas estão fazendo.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *