Polícia

Mulher é presa por não aceitar fim do relacionamento persegue e ameaça ex

Policiais civis de Juína cumpriram nesta quinta-feira (26.10), em Colniza, a prisão preventiva de uma mulher de 30 anos investigada pelos crimes de ameaça, violência doméstica e importunação sexual contra a ex-companheira, na cidade do noroeste mato-grossense.

Boletins de ocorrência registrados pela vítima na Delegacia de Colniza relatam que, após o fim do relacionamento entre ambas, a investigada se mostrou inconformada e passou a persegui-la, fazendo ameaças e a agredindo fisicamente.

Diante das reiteradas perseguições e ameaças, a vítima requereu medida protetiva, deferida no início deste mês e proibindo a investigada de se aproximar ou manter contato.

Mesmo ciente da ordem judicial e advertida das sanções sobre o descumprimento, a investigada voltou a procurar a vítima, a abordando na volta de uma festa. Na ocasião, ela passou a seguir a vítima e fez novas ameaças de morte durante todo o trajeto.

Com base nas novas ameaças e no descumprimento da medida, o delegado Allan Vitor Sousa representou pela prisão preventiva, decretada pelo juízo da Comarca de Colniza e cumprida nesta quinta-feira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *