Corregedoria da PM vai investigar conduta de policiais em VG

A Corregedoria da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) emitiu uma nota enfatizando a investigação da conduta dos policiais envolvidos em um incidente de agressão e disparos de balas de borracha em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. A ação policial foi registrada por uma câmera de segurança na última quarta-feira (18) e chamou a atenção do público.

No vídeo, a abordagem da polícia a uma família que estava na calçada de casa, enquanto crianças brincavam na rua, é registrada. Os policiais param o carro da PM em frente à casa, e um homem se levanta para falar com eles.

A nota emitida pela Corregedoria da PMMT destaca o compromisso de não tolerar nenhum tipo de violência ou abuso de autoridade. No entanto, na versão oficial dos policiais envolvidos na ocorrência, eles afirmam que foram xingados e intimidados pelos moradores, que gravavam vídeos com seus celulares. Também alegam que uma mulher teria agredido os policiais com socos e pontapés.

A Comissão de Direitos Humanos da OAB de Mato Grosso está acompanhando o caso e emitiu um ofício solicitando medidas para apurar a conduta dos policiais militares envolvidos na ocorrência. O presidente da comissão, Flávio José Ferreira, enfatiza a necessidade de uma melhor preparação dos policiais, especialmente nas áreas periféricas, onde situações como essa são mais frequentes. Ele destaca a importância da formação dos policiais e a possibilidade de utilização de câmeras corporais nas fardas para inibir comportamentos inadequados.

O vídeo do incidente não permite a compreensão das palavras trocadas entre os moradores e os policiais. No entanto, o boletim de ocorrência registrado pelos policiais alega que o homem proferiu palavras de baixo calão. A investigação em curso busca esclarecer os eventos e determinar as responsabilidades no caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *