Polícia

Força-tarefa apreende 1 tonelada de cocaína em pista clandestina e caminhão

Nos últimos 15 dias, as equipes policiais que compõem a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado em Mato Grosso (FICCO/MT) realizaram duas apreensões impressionantes de cloridrato de cocaína, totalizando quase uma tonelada da droga. Essas operações ocorreram em municípios do norte do estado e tinham como destino os estados da região Sudeste do país.

As apreensões foram resultado de trabalhos de inteligência meticulosos realizados em colaboração pelas forças de segurança pública. A primeira grande apreensão ocorreu no final de setembro, na zona rural de Juara, após investigações conjuntas da FICCO/MT, do Gefron/MT, da Polícia Militar de Sinop e da PRF de Sorriso. Nessa ocasião, foram encontrados 500 quilos de cloridrato de cocaína, que estavam enterrados em uma área próxima a uma pista clandestina de pouso no município.

As investigações não pararam por aí. No início desta segunda-feira, 09/10, a FICCO/MT deu continuidade às diligências para rastrear uma nova carga de entorpecentes na região norte do estado, suspeita de estar sendo transportada em um fundo falso de um caminhão. As informações de inteligência levaram as equipes policiais a identificar e localizar o caminhão suspeito nas proximidades da cidade de Porto dos Gaúchos. Ao realizar a abordagem do veículo, os policiais confirmaram a presença de aproximadamente 500 quilos de cloridrato de cocaína escondidos no fundo falso.

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado em Mato Grosso (FICCO/MT) é uma iniciativa conjunta composta pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar. Seu principal objetivo é atuar de maneira integrada e coordenada no combate ao crime organizado no estado de Mato Grosso. Essas apreensões representam um golpe significativo nas atividades do tráfico de drogas na região e destacam a importância do trabalho conjunto das forças de segurança na luta contra o crime.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *