Cidades

AL investiga atraso em repasses da Saúde nos hospitais regionais de Cuiabá

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso se reuniu na manhã de hoje para discutir o comprometimento dos atendimentos na Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis e no Hospital Santo Antônio, em Sinop, devido a atrasos nos repasses de recursos pelo governo estadual.

O presidente da Comissão de Saúde, deputado Lúdio Cabral (PT), expressou sua preocupação com a situação financeira dessas instituições e afirmou que a comissão irá convocar os diretores da Santa Casa, que acumula uma dívida de mais de vinte e seis milhões de reais, e do Hospital Santo Antônio, que anunciou a suspensão dos atendimentos.

O deputado destacou a importância de ouvir as partes envolvidas, incluindo representantes da Secretaria de Saúde do Estado, para entender os motivos do atraso nos repasses. “Precisamos esclarecer por que esses débitos não foram pagos e entender o risco que isso representa para o atendimento à população das regiões sul e norte do estado”, afirmou Cabral.

Durante a reunião, a comissão também discutiu a finalização dos requerimentos referentes à oitiva realizada no último dia 19, com a interventora municipal de saúde de Cuiabá, Daniella Carmona. O presidente informou que sete requerimentos detalhados serão protocolados na próxima sessão, buscando respostas para as questões levantadas na denúncia.

A crise nos hospitais de Mato Grosso levanta questões sobre a capacidade do estado de garantir atendimento médico adequado à população e coloca em destaque os desafios enfrentados pelo sistema de saúde pública. A próxima reunião da Comissão de Saúde está agendada para o dia 3 de outubro, quando se espera que mais esclarecimentos sobre a situação sejam apresentados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *