Polícia procura 4 torturadores por chicotear homem durante cobrança em Cuiabá

A Polícia Civil divulgou nesta quarta-feira (20) as identidades dos criminosos envolvidos em um caso de tortura de pessoas que possuíam débitos com credores em Cuiabá, Mato Grosso. Os suspeitos são Sérgio da Silva Cordeiro, José Augusto de Figueiredo Ferreira, Benedito Luiz Figueiredo de Campos e Guilherme Augusto Ribeiro, todos considerados foragidos da justiça.

De acordo com as investigações, o esquema não configurava agiotagem, pois os empréstimos eram, em tese, feitos para pessoas conhecidas que posteriormente se recusavam a pagar as dívidas. A operação policial chamada de “Piraim” resultou na prisão de dois indivíduos identificados como Bruno Rossi e Rafael Geon, que eram os credores responsáveis por contratar os torturadores para coagir e ameaçar as vítimas.

Os torturadores, que estão foragidos, executavam a violência física e psicológica contra aqueles que não honravam suas dívidas. Um vídeo gravado na Avenida Miguel Sutil mostrou uma das vítimas sendo agredida com chicotadas, o que levou ao início das investigações.

A divulgação das identidades dos foragidos tem como objetivo ajudar na localização e prisão dos envolvidos, bem como encorajar outras vítimas a denunciar os criminosos à polícia. A operação continua em andamento para esclarecer todos os detalhes desse caso de tortura envolvendo dívidas financeiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *