Política

Ética da ALMT censura Cattani por comentários comparando mulheres a vacas

A Comissão de Ética da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) emitiu uma censura ao deputado Gilberto Cattani, do partido PL, em virtude de comentários controversos nos quais comparou a gravidez de mulheres à gestação de vacas. A decisão pela censura foi tomada durante uma reunião realizada nesta quarta-feira (6), sendo considerada uma forma de repúdio às declarações do deputado.

Durante a reunião, os membros da Comissão de Ética votaram pela manutenção do sigilo de votos. A Comissão é presidida pela deputada Janaira Riva, do MDB, e Max Russi, do PSD, atua como corregedor. Além deles, fazem parte do grupo os deputados Diego Guimarães, do Republicanos, Júlio Campos, da União Brasil, e Elizeu Nascimento, do PL.

A Comissão de Ética foi estabelecida em junho deste ano após um vídeo viralizar, no qual o deputado Cattani comparava a gestação de mulheres à de vacas. Após o incidente, o deputado ironizou a situação em várias ocasiões, chegando a gravar um vídeo pedindo desculpas às vacas em um pasto pela comparação. Além disso, registrou imagens junto à sua esposa, na qual ela imitava o som de mugidos, ironizando ainda mais a discussão em torno de seus comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *