Edna culpa assessoria por vídeo xingando vereadores: “Enfrentar esses filhos da p*”

A vereadora Edna Sampaio (PT) utilizou o espaço da tribuna na Câmara Municipal de Cuiabá nesta quinta-feira (24) para abordar o vídeo postado em suas redes sociais, que causou polêmica ao fazer uma referência polêmica sobre ter fé para “enfrentar esses filhos da puta”. A postagem, realizada em 10 de agosto, gerou controvérsia ao ser interpretada como uma alusão aos demais vereadores da capital.

O vídeo surgiu no auge da crise causada por uma denúncia contra Edna Sampaio na Comissão de Ética. Ela é acusada de forçar a ex-chefe de gabinete, Laura Abreu, a devolver a verba indenizatória relacionada ao cargo. Além disso, Laura foi demitida enquanto estava grávida, levando a Câmara Municipal a custear seus direitos trabalhistas, somando uma indenização de R$ 70 mil.

Durante seu pronunciamento, Edna atribuiu a autoria do vídeo à sua equipe de assessoria, formada por “jovens” responsáveis por administrar sua conta no Instagram. Ela afirmou que o vídeo era um “TBT” originalmente postado em março, que utilizava uma música premiada do Multishow de 2022, reconhecendo a trajetória da artista como uma das maiores cantoras do Brasil e do exterior.

Edna Sampaio destacou que a polêmica em torno do vídeo prejudica os debates políticos na Câmara Municipal, insinuou perseguição por parte de alguns colegas vereadores e assegurou que não será arrastada para “esse nível de discussão política”.

A vereadora Michelly Alencar (União), colega de parlamento de Edna Sampaio, classificou o episódio como “covardia, baixaria e arrogância” por parte da petista. Ela expressou surpresa diante da postura adotada por Edna e mencionou que nunca imaginou que uma vereadora com a experiência de luta de Edna poderia se envolver em uma situação tão controversa.

Michelly Alencar considera que, além da investigação conduzida pela Comissão de Ética, Edna está tentando minar a credibilidade de toda a Câmara de Vereadores ao continuar adotando uma postura baixa. A vereadora ressaltou que Edna não se desculpou pelo vídeo, em que usou termos ofensivos em relação às mães dos demais parlamentares, e transferiu a responsabilidade para sua equipe de comunicação.

A troca de acusações entre Edna Sampaio e suas colegas vereadoras gerou um debate acalorado na Câmara Municipal de Cuiabá, ressaltando a importância do respeito mútuo e do uso responsável das redes sociais por parte dos representantes eleitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *