Amigo e ex-advogado de Lula é indicado e assume cadeira no STF

Em uma cerimônia solene realizada na tarde desta quinta-feira, 3 de agosto, o advogado Cristiano Zanin tomou posse como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A cerimônia ocorreu no Plenário da Corte, com a presença de importantes autoridades da República, convidados especiais e familiares do empossado. Com a chegada de Zanin, o Supremo volta a ter sua composição completa, contando com os 11 ministros que compõem a mais alta instância jurídica do país.

A indicação de Cristiano Zanin para o cargo de ministro do STF foi realizada pelo presidente da República à época, Luiz Inácio Lula da Silva. Zanin assumirá a vaga deixada pelo ministro Ricardo Lewandowski, que se aposentou em abril deste ano, após uma longa e destacada trajetória na Suprema Corte.

Solenidade

Ministros André Mendonça, Cristiano Zanin e Gilmar Mendes

A solenidade teve início com a execução do Hino Nacional pela Banda dos Fuzileiros Navais de Brasília. Conforme a tradição, o novo ministro foi conduzido ao Plenário pelo ministro mais antigo, Gilmar Mendes, e pelo mais recente da Corte, André Mendonça.

Zanin prestou o compromisso regimental de cumprir fielmente os deveres do cargo de ministro do Supremo, em conformidade com a Constituição e com as leis da República, e foi declarado empossado pela presidente do STF, ministra Rosa Weber. Em seguida, foi conduzido pelos dois ministros a sua cadeira no Plenário.

Em breve manifestação, a presidente do STF, em nome do colegiado, deu as boas-vindas ao ministro empossado. “Estou convicta de que Vossa Excelência, com sua cultura jurídica, seu preparo técnico, sua experiência e sua extrema lhaneza, enriquecerá sobremodo este colegiado”, disse.

Autoridades

Mesa da solenidade de posse

Participaram da solenidade os presidentes da República, Luiz Inácio Lula da Silva, do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin. Também estiveram presentes no Plenário o procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Beto Simonetti, o advogado-geral da União, Jorge Messias, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, ministros de Estado, presidentes e ministros de Tribunais Superiores, ministros aposentados do STF e membros de associações de magistrados.

Biografia

Cristiano Zanin é conduzido a sua cadeira no Plenário

Cristiano Zanin nasceu em Piracicaba (SP) em 15 de novembro de 1975 e graduou-se, em 1999, pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É casado com a também advogada Valeska Teixeira Zanin Martins e pai de três filhos.

Após a indicação pelo presidente da República, Zanin passou por sabatina e teve seu nome aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal e confirmado pelo plenário, em 21 de junho. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 5 de julho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *