Deputados federais utilizam verba pública para custear viagens particulares de jatinho e aeronaves

Durante o primeiro semestre deste ano, deputados federais em Brasília fizeram uso de verba pública para financiar viagens particulares em jatinhos e outras aeronaves. Segundo dados obtidos pelo Metrópoles através da Câmara dos Deputados, entre os meses de fevereiro e junho, ao menos R$ 916 mil foram gastos pelos parlamentares com locação ou fretamento de aeronaves.

Um dos casos destacados é o da deputada Coronel Fernanda (PL), representante de Mato Grosso, que teve um reembolso de R$ 35,8 mil referente à locação de um jatinho.

Essas viagens particulares foram custeadas por meio da cota para o exercício da atividade parlamentar (Ceap), que é um benefício mensal destinado a deputados e senadores para cobrir despesas relacionadas ao exercício do mandato, como transporte, alimentação e segurança.

Apesar de terem o direito de fretar aeronaves, os parlamentares também podem optar por realizar viagens em voos comerciais utilizando a verba da cota.

Os dados foram obtidos a partir de notas fiscais entregues pelos próprios parlamentares à Câmara dos Deputados, que foram identificadas como serviço de “locação ou fretamento de aeronaves”.

O deputado Sidney Leite (PSD-AM) foi o que mais gastou com esse serviço, tendo destinado até o momento R$ 157.700 para aluguel de aeronaves. Em segundo lugar, ficou Átila Lins, também representante do Amazonas pelo PSD, com um gasto de R$ 131.560 em fretamento ou locação de aeronaves. A deputada Antônia Lúcia (Republicanos-AC) aparece em terceiro, com um gasto de R$ 113.250, seguida por Florentino Neto (PT-PI), com R$ 71 mil, e Yuri do Paredão (PL-CE), com R$ 60 mil.

Veja a lista completa:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *