Líder de associação criminosa do Paraná é preso pela Polícia Civil em Várzea Grande

Um homem apontado como líder de associação criminosa do estado do Paraná, envolvida em crimes de roubo e extorsão teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil de Mato Grosso, em ação realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

O suspeito de 27 anos, que também possui passagem criminal por estelionato, estava com mandado de prisão expedido pela comarca de Sarandi (PR) pelos crimes de roubo majorado, associação criminosa e extorsão majorada e qualificada, praticado contra três vítimas.

Para a prática dos crimes, o grupo criminoso liderado pelo criminoso simulava a contratação de fretes, contatando os caminhoneiros do estado do Paraná para transportar cimento para o Estado de Minas Gerais.

Alegando possuir escritório em Maringá no Paraná, marcavam encontro com as vítimas (caminhoneiros), onde em dado momento, as convidavam para almoçar ou para ir até a empresa expedir a nota fiscal. No trajeto, munidos de arma de fogo, os suspeitos rendiam as vítimas e anunciavam o roubo, subtraindo celulares, joias e cartões bancários.

Em uma das ações criminosas, o grupo alugou uma chácara de lazer, no município de Sarandi (PR), local utilizado como cativeiro, onde mantiveram as vítimas reféns e amarradas por três dias. Na ocasião, foram subtraídos dois caminhões, celulares, joias e mediante ameaças com arma de fogo, obrigaram as vítimas a fornecer as senhas bancárias, para subtração de valores.

Após tomar conhecimento do mandado de prisão em aberto, os policiais da Derf-VG localizaram o foragido na região de Bonsucesso, em Várzea Grande, onde foi dado cumprimento à ordem judicial. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *