Política

Governo de MT transforma aulas de Ciência em show

Chegou a vez de Cuiabá e de Várzea Grande receberem o Ciência em Show, evento que tem como objetivo motivar a comunidade estudantil para a prática científica. As apresentações interativas com a plateia começam no dia 1º de junho, às 11h, no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá, como parte do Congresso Estadual dos Grêmios Estudantis. No dia 02, o evento terá prosseguimento em dois momentos, às 08h30 e às 14h30, no saguão do Bloco C do Centro Universitário Univag, em Várzea Grande. Promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), o Ciência em Show já foi apresentado aos estudantes de Barra do Garças, Primavera do Leste e Rondonópolis.

No Ciência em Show o clima de suspense e curiosidade se assemelha ao de um show de mágica já que, em vários momentos do espetáculo, quase não dá para acreditar que o que se passa diante dos olhos seja realidade. “Parece fantasia, mas o show é ciência pura, só que em sua forma mais lúdica e interativa”, define o secretário de Estado de Educação, Alan Porto. O secretário enaltece que a ciência é inquestionável, pois possibilita avanços nos muitos campos que envolvem a vida como um todo. “Além do ganho intelectual, há o cultural também”.

Diante de uma plateia prevista de quatro mil estudantes nos dois dias do evento, os professores da equipe do Ciência em Show realizarão demonstrações animadas para estimular a curiosidade de crianças e jovens, como a “Bexiga elétrica”, que mostra como é feita a eletrização por atrito, o “Cabelos em pé”, em que o gerador de Van de Graaff “arrepia” os cabelos dos participantes, entre outras atividades lúdicas.

Para o secretário, essa é mais uma novidade tecnológica adotada pelo Estado para a prática da ciência em sala de aula. Na avaliação dele, as experiências extraídas da plataforma por professores e estudantes e as sensações proporcionadas em cada aula facilitam a compreensão de conceitos relacionados à física, eletricidade e mecânica, principalmente. “Estou satisfeito com os resultados”.

O uso da plataforma digital de prática científica do Ciência em Show pela Seduc começou em 2022 e vai até agosto deste ano. Atende diretamente mais de 156 mil estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental da Rede Estadual de Ensino, além de 1.407 professores que ministram suas aulas na disciplina de Ciências por meio dessa tecnologia.

Para os professores, a plataforma digital contém nove cursos na modalidade EAD, metodologias ativas, planos de aula, conteúdo para aprofundamento teórico e vídeos de experimentos. Para os estudantes, estão disponibilizados 104 vídeos que podem ser assistidos pelo computador, celular, entre outros aparelhos digitais, com aulas interativas de Ciências.

“Na Rede Estadual de Ensino temos ferramentas tecnológicas como Chromebooks, internet e Smart TVs que auxiliam os estudantes nesse tipo de experimento prático. Isso gera conhecimento e desperta o interesse pela ciência. Com os recursos disponibilizados, os estudantes podem fazer ciência em casa, na escola ou onde ele quiser”, completa a líder da Política de tecnologia no Ambiente Escolar, Silvana Copceski Stoinsk.

Conforme o diretor regional de Educação do polo Cuiabá, Fábio Bernardo, a ciência é fundamental para o desenvolvimento e o cidadão que sabe lidar com conceitos científicos básicos tem uma melhora significativa na qualidade de vida, torna-se mais crítico e apto ao empreendedorismo e à inovação. “Por esse e por outros motivos, o Ciência em Show é importante para dar um plus em nossas aulas e nos resultados práticos que buscamos”, avalia.

Ciência em show!

O Grupo Ciência em Show existe há 20 anos e não objetiva fins lucrativos. Por meio de sua plataforma digital, leva a ciência de forma prática para estudantes de escolas públicas. Além de eventos in loco, oferta materiais didáticos exclusivos e divertidos para o educador aplicar na sua aula de Ciências, proporcionando vivências e experiências práticas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *