Escândalo das apostas no futebol: jogadores são alvos em operação por manipulação de resultados

A Operação Penalidade Máxima é uma investigação do Ministério Público de Goiás sobre um esquema de manipulação de resultados no futebol. A operação começou no início deste ano e já resultou na denúncia de diversas pessoas, incluindo jogadores.

Recentemente, o volante Richard, do Cruzeiro, foi afastado preventivamente do clube mesmo sem ter sido denunciado pelo Ministério Público. O afastamento se deu em virtude de uma suposta participação do jogador no esquema, quando ele ainda defendia as cores do Ceará, na temporada do ano passado.

Pepa comenta sobre a Operação Penalidade Máxima Na última quarta-feira, dia 10 de maio, o Cruzeiro encarou o Fluminense no Mineirão, pela quinta rodada da Série A do Brasileirão. O time celeste acabou derrotado por 2 a 0. Ao final da partida, o técnico Pepa, do Cruzeiro, foi questionado sobre o afastamento do volante.

O treinador se limitou a dizer que não poderia falar muito sobre o assunto e que a decisão do clube de afastar o jogador preventivamente já havia sido comunicada. Pepa destacou que o foco será olhar para os jogadores que estão à disposição.

Zagueiro denunciado marcou gol contra bizarro quando jogava pelo Cruzeiro “Em relação ao Richard, como vocês devem entender, eu não vou e nem posso me alongar sobre isso. A partir do momento que o clube emite um comunicado, está falado. Todos nós na vida cometemos erros. Eu não estou aqui para julgar ninguém, até porque o processo ainda vai decorrer”, disse o treinador após a partida. 

Dedé aciona a justiça e cobra o Cruzeiro em mais de R$19 milhões A Operação Penalidade Máxima segue em andamento e tem gerado grande repercussão no futebol brasileiro. Os desdobramentos da investigação ainda são incertos e devem ser acompanhados de perto pelos torcedores e pelos envolvidos no esporte.

por Portal Cruzeirense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *