Esportes

Cuiabá perde em casa para o Grêmio e entra na zona de rebaixamento no Brasileirão

Em partida complicada e de altos e baixos, o Grêmio conseguiu vencer o Cuiabá e garantir seu primeiro triunfo fora de casa no Brasileirão Série A, no anoitecer deste domingo (30). O tricolor começou a partida intenso, pressionando, e abriu o placar cedo com Vina, mas viu o time da casa gostar mais da partida e empatar com Marllon, aos 29. O time de Renato Gaúcho retornou com outra cara para a segunda etapa e, após substituições importantes, voltou a frente do placar com Galdino, aos 22, e controlou a partida até o fim. Com 6 pontos, o Grêmio agora recebe o RedBull Bragantino, no próximo domingo (7), às 18h30min, na Arena.

Cuiabá superior nos primeiros 45 minutos

O Grêmio iniciou o jogo com mais intensidade, pressionando o adversário e conseguindo impor seu jogo. O bloqueio foi furado logo aos 9 minutos, em belo cruzamento de Fábio pela direita para Vina, que cabeceou para dentro da meta. Aberto o placar.

Por outro lado, o Cuiabá respondeu rapidamente. PK achou o atacante Deyverson na grande área, que tocou de cobertura na saída do goleiro Gabriel Chapecó, e marcou. No entanto, o bandeira assinalou impedimento, confirmado em seguida pelo VAR.

Na marca dos 15, o Grêmio predominava ligeiramente em posse de bola, com 55%. Nos minutos seguintes, o time mato grossense começou a gostar do jogo, e o resultado veio em escanteio batido por Pablo Cappelini, aos 29. No segundo poste, Alan Empereur ajeitou de lado a bola e, após pequena confusão na área, ela sobrou para Marllon arrematar contra o gol tricolor. 1 a 1.

O que se viu até o fim da primeira etapa, com exceção de uma bola na trave em cabeceada de Luís Suarez, aos 39 minutos, foi uma pressão do Dourado contra a defesa gremista. Aos 41, Emerson Negueba costurou por dentro, carregou até a linha da área e bateu pro gol, mas a bola subiu sobre o travessão.

Diversas paradas deram 10 minutos de acréscimos. Foram registrados, também, cartões amarelos para PK, pelos donos da casa, e para Mila e Bruno Alves, pelo lado do Grêmio.

Segundo tempo

Sem mudanças, os times retornaram para a etapa final. Quem começou atacando, aos 4 minutos, foi Mila, pelo Grêmio, que recebeu com liberdade na entrada da área e arriscou finalização colocada. A bola apenas saiu em tiro de meta para o goleiro Walter.

Aos 11, Bitello recebeu em profundida e tocou por cima do goleiro Walter. Antes da bola entrar, o zagueiro Alan Empereur tirou pra longe e deu um escanteio para o Grêmio. O intervalo parece ter feito bem ao tricolor. Em seguida, Renato Gaúcho tirou Cristaldo para pôr o recém chegado meia Nathan e substituiu o volante Mila por Zinho, no ataque.

O perigo rondou a goleira do time gaúcho aos 16, com PK, que cruzou para Ronald finalizar pra fora. Momentos depois, em levantamento na área, Deyverson ganhou de Kannemann e cabeceou forte na trave do goleiro Gabriel Grando, que não teve reação.

Aos 22, uma mudança afetou o destino do jogo. Galdino entrou no lugar de Vina. Já no jogo, o camisa 13 pegou rebote do goleiro Walter na pequena área e não desperdiçou. Grêmio na frente, de novo.

O time visitante seguiu levando perigo ao gol do Cuiabá, que fez diversas alterações, mas não conseguiu retomar o desempenho que conseguiu no primeiro tempo.

Na marca dos 26, quase veio o terceiro gol do Grêmio: Suárez emendou um voleio de primeira na grande área após cruzamento de Zinho, para uma linda defesa de Walter, que espalmou para escanteio.

No final da partida, aos 42, o uruguaio teve outra boa chance, quando recebeu no meio, em frente a área e chutou, mas o goleiro defendeu. O Cuiabá também pressionou nos instantes finais, mas a defesa segurou.

Os mandantes ainda tiveram um jogador expulso, PK, pelo segundo cartão amarelo. Com a vitória, Tricolor soma três pontos e ocupa a 7ª posição, com seis pontos.

por  por Luca Roth, LeOuve

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *