Política

Famílias de Várzea Grande recebem cestas básicas e kits de limpeza

Com um aporte inicial de 5 mil cestas básicas e kits de limpeza, cedidas pelo Governo do Estado e mais as adquiridas pela Prefeitura de Várzea Grande, a Secretaria Municipal de Assistência Social está fazendo a entrega de cestas básicas às famílias em situação de vulnerabilidade social – e que estão cadastradas nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS). O cronograma de entrega das cestas é feito por meio de agendamento nos bairros a serem atendidos.
Nesta quarta-feira (19), os moradores da localidade de Santa Cecília, que fica na região do Jardim Primavera, foram beneficiados com a ação social, que contou com a presença do Secretário-adjunto de Assuntos Comunitários do Governo de Mato Grosso, Édio Martins e da secretária de Assistência Social, Ana Cristina Vieira e Silva.
Neste primeiro semestre do ano, o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social – Setasc, fez o repasse de 5 mil cestas básicas que estão sendo entregues às famílias carentes e existe a previsão de novos repasses.
“A Prefeitura de Várzea Grande é parceira do Governo do Estado, e hoje aqui nesta ação fortalecendo ainda mais essa parceria, na entrega desse benefício às famílias que necessitam do suporte do poder público. Sabemos que muitas famílias necessitam dessa ajuda, e a nossa missão é atender a demanda, não somente a população de Várzea Grande, mas em todo o Estado, uma vez que temos várias equipes realizando essa ação em tantos outros municípios”, informou o secretário-adjunto.
Édio Morais disse ainda que a parceria com a gestão do prefeito Kalil Baracat e com o município de Várzea Grande não se aplica apenas a entrega de cestas básicas, mas também em ações de cidadania, e agora também com o programa Ser Família Capacita já lançado e que vai disponibilizar ao município, 2.500 vagas distribuídas em 75 cursos de profissionalização.
A secretária de Assistência Social destacou o apoio do Governo do Estado, por meio da Setasc, que contempla o município com as cestas, para que sua Pasta possa executar as ações. “Várzea Grande tem uma parceria importante com o Estado, porque sozinhos dificilmente atingiríamos a população em risco de vulnerabilidade social. Em todas as entregas eu reforcei essa parceria. Somos gratos ao apoio da primeira-dama, Virginia Mendes, e é uma honra recebermos a visita do Secretário de Assuntos Comunitários nesta ação, lembrando que é política dos Governos, do Estado e de Várzea Grande, atender aqueles que mais necessitam”.
Ana Cristina frisou que a experiência adquirida desde 2021 na capacitação e encaminhamento das pessoas para as vagas disponibilizadas pelo mercado de trabalho e para empresas parcerias da Administração Municipal vai facilitar o mesmo trabalho agora disponibilizado pelo Governo do Estado de qualificação profissional do programa Ser Família Capacita e ao mesmo tempo direcionar junto ao Sine as famílias que serão capacitadas. “Não podemos esquecer que o Governo do Estado nos ofertou cursos de capacitação, o que impulsionou o nosso programa Qualifica + VG que hoje é considerado um case de sucesso”, comemorou.
A presidente do bairro Santa Cecília, Denise Soares Gomes da Silva, disse que ficou surpresa com a presença do secretário-adjunto de Assuntos Comunitários, Édio Martins e por saber que a população de Várzea Grande tem sido olhada de forma especial, por parte do Governo do Estado. “Esse apoio alimentar é muito importante. Esta região é bastante carente e a distribuição desse benefício ajuda muito essas famílias”.
A dona de casa Lorena Ferreira, disse que no momento está desempregada, e a entrega da cesta básica vai ajudar e muito na alimentação dos filhos pequenos. “Lá em casa apenas meu marido está trabalhando e o salário acaba comprometido em pagamento de contas e outros serviços. Com certeza essa cesta básica ajuda muito e já diminui bastante as nossas despesas na compra de alimentos e produtos de higiene”.
Para Rosa Auxiliadora de Morais, a cesta básica chega a boa hora. “Já estava preocupada com a nossa alimentação neste mês. Em função de doenças na família e na compra de medicamentos ficamos com pouca reserva e a cesta básica vai nos dar um alívio neste mês. Vamos poder comprar mais verduras para reforçar a nossa alimentação”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *