Política

Várzea Grande investe R$ 5 milhões em adutoras para finalizar obras de abastecimento

Vinte e sete bairros, diretos e outros 35 indiretos, de Várzea Grande, onde residem e trabalham ao menos 100 mil pessoas diretamente e 50 mil indiretos, terão seu abastecimento de água tratada fortalecido ainda neste primeiro semestre de 2023 com as obras da nova adutora e da nova Estação de Tratamento e Abastecimento de Água (ETA) Barra do Pari/Chapéu do Sol que tem capacidade de captar, tratar e distribuir 250 litros por segundo ou 21,6 milhões de litros por dia.
A previsão para conclusão das obras da Estação de Tratamento de Água (ETA) da Barra do Pari, em parceria com o Governo de Mato Grosso é até a metade deste ano de 2023 e é a segunda ETA que se encontra sendo executada pela Administração Municipal.
A informação é do prefeito Kalil Baracat e do senador Jayme Campos que receberam na tarde desta segunda-feira, 10 de abril, dez carretas de tubulações de ferro fundido de 500 e 400 milímetros que serão utilizadas para a distribuição de água tratada, obra complementar da ETA da Barra do Pari/Chapéu do Sol. A entrega foi feita no Bairro Chapéu do Sol, onde será instalado um reservatório de água com capacidade de 2,5 milhões de litros de água tratada.
Outras 10 carretas de tubulações chegam nos próximos dias totalizando 4,5 km de adutoras. Os equipamentos representam R$ 5 milhões de investimentos realizados com recursos próprios da Prefeitura de Várzea Grande oriundo de financiamento aprovado pela Câmara de Vereadores.
Já quanto a ETA Barra do Pari/Chapéu do Sol, é executada em parceria com o Governo do Estado de Mato Grosso no valor de R$ 26 milhões e mais outros R$ 6 milhões em contrapartida do Tesouro Municipal, fora obras complementares.
“Fizemos a aquisição da tubulação que vai atender toda a região do Chapéu do Sol e os bairros que margeiam a Rodovia Mário Andreazza. Com isso a gente chega quase na fase final. As obras da Estação seguem o cronograma previsto e em até dois meses, ou seja, ainda neste primeiro semestre do ano ela estará pronta e o compromisso que fizemos durante o pleito eleitoral de resolver o problema da intermitência no abastecimento de água em Várzea Grande. Hoje temos mais de 70% da obra concluída. Com esses tubos, que são adutoras, vamos começar as obras de interligação com a rede mestre, onde queremos atender 27 bairros diretamente e mais outros 35 indiretamente”, informou o prefeito Kalil Baracat.
O senador Jayme Campos lembrou que esta não é a primeira Estação de Tratamento de Água que a gestão do prefeito Kalil Baracat entrega e pontuou também o zelo do prefeito em investir em saneamento básico com a construção de uma grande Estação de Tratamento de Esgoto.
“Eu diria que com essa obra, resolveremos o problema de água em Várzea Grande. Na verdade, já foi construída e entregue uma Estação nova na Avenida 31 de março que já produz água tratada e abastece todo o Grande Cristo Rei. Agora, Kalil está concluindo esta estação aqui no Chapéu do Sol e está também construindo outra Estação na região do Bonsucesso. Várzea Grande estará muito bem servida e precisará de investir depois na distribuição e hidrometração da água. Nosso compromisso com a gestão do prefeito Kalil Baracat e do nosso grupo político é de resolver o problema de abastecimento de água na cidade para os próximos 20 anos, isso porque essa é a cidade que mais cresce no Brasil, cerca de mais de 8% ao ano. Louvamos aqui o empenho do prefeito em buscar essas parcerias e investir maciçamente em água tratada e não menos importante no saneamento básico com a construção de uma grande ETE – Estação Tratamento de Esgoto”, disse o Jayme Campos.
Chefe do Executivo Municipal, Kalil Baracat agradeceu a confiança depositada em sua gestão pelo Governador Mauro Mendes, pela Assembleia Legislativa, pelo senador Jayme Campos e por toda a bancada federal de Mato Grosso que têm aportado recursos em prol da sociedade várzea-grandense. E, detalhou, que com a conclusão dessas obras, Várzea Grande terá água para abastecimento com sobra para até 20 anos de crescimento da cidade e com a nova ETA em funcionamento a atual Estação localizada na Júlio Campos terá sobra para atender os demais bairros da cidade.
“Para se ter uma ideia quando pronta a ETA Barra do Pari/Chapéu do Sol terá capacidade para tratar 250 litros por segundo ou 21,6 milhões de litros/dia. Esse volume de água pode abastecer até 140 mil pessoas com água durante 12 horas por dia. Ou seja, a ETA Barra do Pari incrementará o Sistema 2 onde atualmente é abastecido pela ETA localizada na Avenida Júlio Campos impactando positivamente no abastecimento dos bairros e loteamentos da cidade”, detalhou o prefeito.
A entrega publica das tubulações também foi realizada, de acordo com Kalil, com o objetivo de dar transparência ao processo e mostrar cada etapa e avanço das obras de captação, tratamento, armazenamento e distribuição de água tratada na cidade. Estiveram presentes além da imprensa e de secretários municipais, mais 50% dos vereadores que compõem a legislatura atual. Compareceram os vereadores Pedro Paulo Tolares (presidente da Câmara), Gisa Barros, Rose Prado, Ivan dos Santos, Enfermeiro Emerson, Alessandro Moreira, Jero Neto, Rogerinho Dakar, Braz Jaciro, Pablo Silva, Sargento Galibert e Carlinhos Figueiredo.


EM OBRAS – O engenheiro sanitarista e ambiental do Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande (DAE-VG), Bruno Rossi, que acompanha cada etapa da obra regularmente, confirmou as informações técnicas explanadas pelo prefeito Kalil Baracat.
“A ETA que está sendo construída na Barra do Pari/Chapéu do Sol deve ser concluída ainda no primeiro semestre deste ano de 2023. A água captada e tratada lá virá para esse reservatório aqui no Chapéu do Sol. Daqui essas tubulações se ligarão aos troncos maiores onde injetarão a água tratada. Importante esclarecer que não são ramais residenciais e sim adutoras que alimentam esses ramais. Elas alimentam o sistema existente totalizando 4,5 km de tubulação”, explicou.
Sobre a ETA Imigrantes/Bonsucesso, Bruno Rossi detalhou que ficou conhecida com este nome porque inicialmente seria feito a ampliação da ETA existente no distrito do Bonsucesso, porém após o desenvolvimento do projeto optou pelo remanejamento do local passando a ser no bairro 7 de Maio onde fica mais ao centro do setor de distribuição de água que esta ETA atenderá.
“Ela terá capacidade para tratar 125 litros por segundo, ou 10,8 milhões de litros/dia e pode atender entre 50 mil e 70 mil pessoas com água. A ETA Imigrantes/Bonsucesso incrementará o Sistema 1 onde atualmente é abastecido pela ETA localizada na Avenida Ulisses Pompeu impactando positivamente no abastecimento dos bairros e loteamentos das regiões do Primavera, Vitória Régia, Costa Verde, Santa Maria, e Capão do Pequi”, citou.
O engenheiro ainda detalhou que as Estações da Barra do Pari/Chapéu do Sol e da Imigrantes/Bonsucesso são do tipo convencional onde se tem como operações unitárias as etapas de coagulação (adição do produto químico), floculação (aglomeração das sujidades), decantação (separação da sujidade por gravidade), filtração (separação física de partículas em suspensão), desinfecção (adição de cloro) e fluoretação (adição de flúor).
“Importante informar que os projetos elétricos dessas ETAS foram concebidos para otimização do consumo de energia. Elas são equipadas com inversores de frequência para acionamento e regulação da vazão de captação. As duas unidades também captarão água bruta do Rio Cuiabá assim como as ETAs antigas em operação”, finalizou.
Kalil Baracat lembrou ainda que Várzea Grande está avançando na solução do problema de abastecimento de água porque tem priorizado os investimentos que não vão poder parar, independente de quem seja o gestor. “Investimentos em saneamento básico e abastecimento de água não podem parar, tem que ser contínuo, pois a cidade cresce e suas necessidades aumentam, então se houver uma lacuna grande como no passado, os problemas irão se agravar, então são investimentos necessários, constantes e perenes para que não haja novos problemas”, disse Kalil Baracat.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *