Polícia

Mauro: “Estamos empregando todas as forças possíveis e imagináveis para localizar e prender esses criminosos”

O governador Mauro Mendes afirmou que o Governo de Mato Grosso está adotando todas as medidas possíveis para garantir que sejam localizados e presos os responsáveis pelo ataque criminoso ao município de Confresa (1.060 km de Cuiabá), nesse domingo (09.04). A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) promove busca ativa, em parceria com estados vizinhos, para garantir apoio à atuação das forças de segurança mato-grossenses na localização e prisão dos criminosos.

“Estamos empregando todas as forças possíveis e imagináveis do lado de Mato Grosso. Fizemos, ontem mesmo, contato com os governadores de Goiás, Tocantins e Pará. Pedi para que nós pudéssemos, com o nosso Bope, ter autorização para entrar nos estados vizinhos, e segurança para que nós possamos manter uma busca ativa, com o objetivo de localizar e prender todos aqueles bandidos que praticaram o ato terrorista em Confresa”, informou o governador.O Governo do Estado também acionou o Ministério da Justiça e Segurança Pública, solicitando apoio para o monitoramento da fronteira aérea. 

“Falei com o ministro Flávio Dino, pedindo a ele apoio da Força Aérea para que, se houver um deslocamento atípico de aeronave na região do Araguaia, isso possa ser detectado”, explicou o governador. 

A ordem pública foi restabelecida em Confresa ainda no início da noite de ontem (09), e pelo menos 100 policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Força Tática e equipes especializadas foram enviados à região para reforçar a operação. A Polícia Judiciária Civil, o Ciopaer e setores de inteligência também trabalham de forma ininterrupta para a captura dos criminosos.

Os veículos utilizados pelo grupo criminoso já foram localizados pelas forças policiais, que seguem em busca dos responsáveis.

O Governo de Mato Grosso reforça que manterá tolerância zero contra o crime organizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *