Polícia

Quadrilha presa por golpes virtuais em Cuiabá e VG

A Operação Venda Fantasma, deflagrada na manhã desta segunda-feira (3), cumpriu 4 mandados contra 3 homens e uma mulher de Cuiabá e Várzea Grande envolvidos em crimes de fraudes virtuais de golpe de Pix e venda de produtos falsos na internet.

A ação realizada pela Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) e a Polícia Civil de Minas Gerais, apuraram que no mês de outubro de 2020, os quatro investigados se associaram previamente com o fim específico de cometer crimes de fraude eletrônica e associação criminosa.

Um dos golpes aplicados pelos suspeitos foi registrado na cidade de Frutal (MG), estando relacionado a compra de uma motocicleta que anunciada nas redes sociais. Na ocasião, a vítima efetuou uma transferência, via PIX, no valor de R$ 4,5 mil, à mulher investigada e logo em seguida, percebeu tratar-se de uma fraude eletrônica.

Na evolução das investigações, foi identificada a associação criminosa, em que os investigados juntos possuem 290 contas bancárias abertas no total, sendo 200 pertencentes a um único integrante do grupo.

A presente operação se trata de desdobramento do planejamento da DRCI e da Diretoria de Atividades Especiais (DAE) da Polícia Civil para a repressão a fraudes eletrônicas e delitos conexos no Estado de Mato Grosso. A ação contou com apoio de uma equipe da Delegacia Especializada do Meio Ambiente para o cumprimento das ordens judiciais.

Nome da Operação

Venda Fantasma faz referência a circunstância de que a motocicleta produto da venda não existir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *