Cidades

Interventora verifica 19 leitos desocupados em meio a filas de espera

Gabinete de intervenção identificou que existem leitos desocupados nas unidades de saúde de Cuiabá ao mesmo tempo em que há uma fila de pacientes à espera de vagas. Dados divulgados na tarde desta sexta-feira (17) apontam que há 19 leitos vagos em um dos hospitais da Capital.

Leitos pediátricos desocupados foram verificados no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). A transferência de pacientes que aguardavam por uma vaga já teve início na quinta-feira (16).

Gabinete também identificou 6 leitos de UTI pediátrica bloqueados na unidade hospitalar por falta de bombas de infusão. O equipamento está sendo providenciado para a reabertura desses leitos.

Já no antigo Pronto-Socorro de Cuiabá, a quantidade de pacientes internados é 3 vezes menor que a capacidade da unidade. Tem apenas 76 pacientes no hospital com condições de atender 260. Gabinete estuda a possibilidade de reabrir esses leitos.

Falta de médicos

Faltam médicos em 37 das 104 Unidades Básicas de Saúde (UBS). Gabinete afirmou estar agilizando a nomeação dos profissionais aprovados no processo seletivo da Secretaria Municipal de Saúde para atender nessas unidades.

Vacinação também está suspensa em 12 das 67 salas de vacina na zona urbana e rural de Cuiabá, porque as geladeiras foram recolhidas para a manutenção e não foram devolvidas uma vez que o pagamento com as empresas terceirizadas estão em atraso.

Todas as irregularidades identificadas durante o processo de intervenção serão informadas aos órgãos de controle, nos prazos estabelecidos no Decreto n.º 164 de 14 de março de 2023, que trata da intervenção estadual na saúde do município de Cuiabá.

Por Gazeta Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *