Prefeito debate com a ministra da Saúde projeto de fortalecimento da saúde em Cuiabá, que poderá fazer parte de programa-piloto de Lula

O prefeito Emanuel Pinheiro, juntamente com o deputado federal Emanuelzinho, tem cumprido uma extensa agenda em Brasília, onde já foi recebido por diversos ministros e pelo presidente Lula

Nesta quarta-feira (8), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, foi recebido pela ministra da Saúde, Nísia Trindade, a pedido do  presidente Lula, demonstrando a ótima relação e o prestígio com o qual tem sido recebido em Brasília. Um dos assuntos abordados durante a reunião foi o credenciamento de unidades de saúde da capital mato-grossense que ainda estão pendentes.

A ministra também falou sobre futuros projetos de programas de saúde que o governo Lula deseja implantar e o prefeito Emanuel Pinheiro colocou Cuiabá à disposição para a realização do projeto-piloto, uma vez que a expansão e o fortalecimento da da saúde pública são focos desde o primeiro mandato.

“Desde o primeiro dia que assumi a Prefeitura de Cuiabá minha principal preocupação é fortalecer e expandir os serviços de saúde da capital. Muito já foi feito e queremos fazer ainda mais. Aproveitando a ótima relação que temos com o presidente Lula, pretendemos aumentar e fortalecer ainda mais os atendimentos do SUS, levando para a população cuiabana um serviço de qualidade e que atenda a todos em tempo célere”, disse Pinheiro.

Prestígio

Desde a primeira semana de janeiro, o prefeito Emanuel Pinheiro e a primeira-dama Marcia Pinheiro têm ido a Brasília com frequência, para participar de discussões que permeiam o desenvolvimento de Cuiabá. As reuniões foram articuladas pelo deputado Emanuelzinho.

O primeiro encontro foi realizado com o senador Jaques Wagner, líder do Governo no Senado, onde o prefeito tratou de assuntos ligados às relações institucionais. Em seguida reuniu-se com o ministro das Relações Internacionais, Alexandre Padilha, o secretário de Assuntos Federativos da Presidência da República, André Ceciliano, onde conversaram sobre os problemas de Cuiabá e as expectativas dos cuiabanos diante do novo governo.

O programa Cuiabá de Prato Cheio e o programa Solidariedade em Ação, ambos idealizados pela primeira-dama Márcia Pinheiro, foram temas de uma nova reunião em Brasília, com o ministro do Desenvolvimento, Assistência Social, Família e Combate à Fome, senador Wellington Dias. “Os gestores ficaram encantados com tudo que a nossa administração está fazendo no município e pediram para conhecer de perto o Solidariedade em Ação e o Cuiabá de Prato Cheio. Esse encontro aproximou ainda mais a Prefeitura e o Governo Federal. Isso resulta em ações de justiça e inclusão social, que condiz com a bandeira defendida pelo presidente da República, Lula, que é o combate à fome”, declarou Emanuel.

Outro importante encontro em Brasília foi com o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, onde discutiram sobre o fortalecimento da agricultura familiar, dos trabalhadores rurais de Cuiabá e também dos 12 municípios que integram o Vale do Rio Cuiabá.

Na última sexta-feira (3), o prefeito, a primeira-dama e o deputado Emanuelzinho, que é vice-líder do Governo, foram recebidos pelo presidente Lula. Na ocasião, Pinheiro aproveitou para convidar Lula para o lançamento de duas importantes obras para a capital que serão entregues em abril: a primeira parte do Contorno Leste e a UPA Leblon, ambas com investimento federal. 

Os programas idealizados pela primeira-dama também foram alvo de elogios por parte do presidente, ao qual considerou “brilhantes”. Outro tema abordado durante o encontro foi a saúde pública da capital mato-grossense, momento em que o prefeito Emanuel Pinheiro explanou sobre o cenário político que circunda o tema e também apresentou a evolução promovida pela gestão, que também garantiu a entrega do maior e mais moderno hospital de Mato Grosso, o HMC Dr. Leoni Palma de Carvalho. O presidente Lula, sensível a todo esforço da gestão, entrou em contato com a ministra da Saúde, Nísia Trindade para agendar a audiência com o prefeito e hipotecou apoio irrestrito do Governo Federal a Cuiabá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *