Alunos denunciam diretora por expulsar estudante que assistia aula com bebê em Cuiabá

Escola nega denúncia e diz que tem programa de acolhimento às mães

Uma aluna do 1º ano do ensino médio da Escola de Jovens e Adultos (EJA) Juarez Rodrigues dos Anjos, no bairro Santa Laura, em Cuiabá, registrou boletim de ocorrência contra a diretora da unidade de ensino para que possa continuar frequentando as aulas com a filha recém-nascida. A jovem de 18 anos precisa levar a criança de apenas 1 mês, pois ela ainda amamenta.

Reportagem do programa Cadeia Neles (TV Vila Real) mostra gravação feita por colegas da jovem mostrando a diretora logo após a estudante e a criança serem “expulsas” da sala. “A menina vai ter que desistir dos sonhos dela, do futuro dela, porque ela tem um bebê”, diz a mulher que grava o vídeo.

Já a jovem, em entrevista, contou que foi chamada pela diretora onde foi explicado que ela não poderia frequentar as aulas com a filha de 1 mês. Segundo ela, isso não é permitido e, caso ela insistisse, iria chamar o Conselho Tutelar.

“Ela falou que ia chamar o Conselho Tutelar para mim e que nenhuma das mães poderia levar as crianças porque na escola era proíbido. Falou também que os professores estavam reclamando das crianças”, relatou.

Em seguida, a diretora foi com a jovem para a sala de aula e comunicou a decisão. As colegas da estudante se revoltaram com a situação e saíram em sua defesa. “Ela respondeu e pediu para acabar com o tumulto”, seguiu.

Em nota enviada a TV Vila Real, a direção da escola disse que o fato denunciado não condiz com a realidade. Segundo a escola, a mãe da recém-nascida e algumas colegas se rebelaram após a diretora falar para elas botarem os uniformes escolares.

A escola diz ainda que possui programa de acolhimento para as alunas que são ou se tornam mães.

por J1 Agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *