Primeira-dama reforça compromisso da gestão Kalil Baracat com geração de emprego e renda

Visando garantir às pessoas e famílias uma profissão que pode resultar em emprego e renda a Prefeitura de Várzea Grande através de parceiros da Secretaria Municipal de Assistência Social, implementa desde 2021 na gestão Kalil Baracat o Qualifica+VG, que envolve setores economicamente ativos da indústria, do comércio, da agricultura entre outros para permitir a profissionalização das pessoas, visando inserir as mesmas no mercado de trabalho de forma efetiva e afastá-las da informalidade.

No Brasil existem hoje mais de 12 milhões de desempregados e este número pode mudar com ações como a efetivada pela Prefeitura de Várzea Grande e parceiros.

No encerramento do curso de Panificação Artesanal, a primeira-dama e promotora de Justiça, Kika Dorilêo Baracat sinalizou que Várzea Grande quer e vai reforçar ainda mais as parcerias no sentido de profissionalizar as pessoas visando inserir as mesmas no mercado de trabalho ou então permitir que as mesmas sejam microempreendedores individuais e até mesmo familiar.

Mais que uma incentivadora, a primeira-dama faz questão de comparecer em todos os encerramentos de cursos, como uma forma de prestigiar o evento e, ao mesmo tempo, ouvir os relatos dos alunos em busca de aperfeiçoar essa política pública para que mais pessoas possam usufruir dos benefícios que eles promovem.

“Desde o ano passado, esse projeto desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social, o Qualifica + VG, é um sucesso. São inúmeros cursos e o mais bacana é ouvir os relatos dos alunos contando as suas experiências pessoais de sucesso após a conclusão de cada curso. Isso enche os nossos corações de alegria, por que eu sei que é desejo do prefeito Kalil Baracat, qualificar, profissionalizar a população, dando aos várzea-grandenses, condições de buscar melhores postos de trabalho”, ressaltou Kika Dorilêo, durante a aula de encerramento do curso de panificação artesanal, realizada na sede da Administração Regional do Cristo Rei, também conhecida por subprefeitura.

Viúva, e no momento desempregada, Marilúcia Nogueira Souza, viu no curso de panificação artesanal, a possibilidade de ter uma renda a mais com a comercialização de pães. “Eu tinha vontade de fazer esse curso e quando soube que teria uma turma aqui no bairro Cristo Rei, resolvi me inscrever. Apesar de ter noções de panificação queria aprender mais técnicas para criar novas receitas. Amei o curso e já tenho até encomendas de pães para entregar”, comemorou.

Também aluna do curso de panificação, Isaurinda Soares Macanhã, não só comemorou a conquista por concluir a capacitação, como destacou a importância em aprender um ofício. “Estou muito feliz em poder aprender a fazer diversos tipos de pães e salgados. Quero agradecer a Prefeitura Municipal e ao SENAR por nos dar essa oportunidade de aprender e de poder também ensinar essa profissão. Quero me especializar ainda mais e poder trazer um ganho a mais para casa”.

A instrutora do Senar, Dayane Sandri Stellato, disse que os alunos desenvolveram muito bem as técnicas para a fabricação de pães artesanais e itens da panificação, visando a comercialização dos produtos ou consumo da própria família. “Esse curso tem por objetivo trazer conhecimento e gerar renda”.

A instrutora destacou a parceria de serviço junto a Prefeitura Municipal de Várzea Grande que tem dado todo o suporte para que o trabalho desenvolvido pelo SENAR tenha sucesso. “O Sindicato Rural de Nossa Senhora do Livramento precisa ter parceiros comprometidos para a execução dos cursos, e aqui em Várzea Grande a gente consegue ter uma parceria bacana junto a Prefeitura Municipal”, elogiou.

A primeira-dama ressaltou que graças às parcerias de sucesso firmadas – por intermédio da Secretaria de Assistência Social – aumentaram muito a realização de cursos de capacitação na cidade, e por conta disso, neste ano teremos muitas novidades. “Teremos mais cursos e vamos atender mais pessoas e vamos também aumentar o número de bairros a serem atendidos”, anunciou a primeira-dama.

Ela lembrou que o ofício da profissão necessita do conhecimento para que se produza com qualidade e sem desperdício, pois muitas famílias têm sua renda baseada nestes afazeres e nestes conhecimentos.

“Várzea Grande tem produzido verdadeiros profissionais, pessoas de bem que passarão a ser inseridas no mercado de trabalho e de forma efetiva e permitindo que no futuro elas possam colher os frutos dos seus esforços e da parceira de Várzea Grande com setores economicamente ativos”, frisou o prefeito Kalil Baracat apontando que sua gestão tem plantado sementes que vão frutificar e vão mudar a vida das pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *