Polícia Civil cumpre mandados contra associação criminosa especializada em furtos de Hilux

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA), deflagrou na manhã desta quarta-feira (15.02) a Operação Kuron, para cumprimento de ordens judiciais contra uma associação criminosa especializada em furtos de caminhonetes modelo Toyota Hilux, ocorridos nos últimos meses, na região metropolitana de Cuiabá.

As ordens judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva e sete de busca e apreensão, foram decretadas pelo Núcleo de Inquéritos Policiais (Nipo), com base em investigações da delegacia especializada, que apuram mais de 80 furtos de caminhonetes registrados nos últimos meses. 

Os investigados respondem pelos crimes furto qualificado mediante rompimento de obstáculo (emprego de chave falsa e ou dispositivo informático), adulteração de sinal de veículo automotor e associação criminosa. 

As investigações da DERFVA iniciaram após terem sido identificados uma série de furtos de marca e modelo específico de caminhonetes, ocorridos entre 2022 e o início de 2023, que em sua maioria tinham seus sinais identificadores adulterados e, posteriormente, eram levadas para região de fronteira de Mato Grosso com a Bolívia. 

Durante, aproximadamente, 14 meses de investigações, foram mais de 80 ocorrências de furto de Hilux registrados e investigados pela DERFVA.

Nos levantamentos, foi possível identificar a associação criminosa envolvida em pelo menos 15 furtos de caminhonetes, em que os investigados clonavam as chaves ou o módulo do veículo para praticar os crimes.

Com base nas investigações, o delegado Edson Arthur Teixeira Peixoto representou pelos mandados contra os investigados, que foram deferidos pela Justiça e são cumpridos nesta quarta-feira.  

Nome da Operação

Kuron significa “clone” em japonês e faz referência à marca dos veículos, que é japonesa, e às peças das caminhonetes que eram clonadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *