Policial

Operação prende grupo que matou acusados de desrespeitarem regras de facção em MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Nova Mutum, cumpriu durante a semana seis ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão, contra investigados por homicídio consumado e tentado ocorridos no município.

Na operação foram cumpridos cinco mandados de prisão e um de busca e apreensão contra integrantes de uma facção criminosa que tiveram o envolvimento identificado nos crimes. Entre os presos está o líder do grupo criminoso, que teve o mandado de prisão cumprido na penitenciária, onde já está preso por outros crimes.

Durante as investigações dos três crimes, os policiais da Delegacia de Nova Mutum perceberam que todos os casos foram praticados com o mesmo modo de ação, identificando cinco pessoas envolvidas nos crimes, sendo um mandante, que dava as ordens de dentro de uma unidade prisional, e outras quatro que atuavam nas execuções das vítimas.

Crimes

O primeiro fato, uma tentativa de homicídio contra um jovem de 23 anos, ocorreu no dia 09 de dezembro, no Residencial das Palmeiras, quando a vítima foi atingida com um disparo de arma de fogo na cabeça e socorrida até o hospital.

No dia dos fatos, a ocorrência foi registrada como tentativa de suicídio. Entretanto, no decorrer das investigações da Delegacia de Nova Mutum, foi possível identificar que na realidade se tratava de uma tentativa de homicídio.

O segundo crime foi o homicídio consumado de um jovem de 27 anos, ocorrido no dia 28 dezembro no bairro Residencial das Palmeiras. A vítima foi atingida por diversos disparos de arma de fogo, não resistindo aos ferimentos e morrendo no local.

O terceiro fato ocorreu no dia 25 de janeiro nas imediações do bairro Industrial Sul, tendo como vítima um homem de 33 anos, que também foi atingida por diversos disparos de arma de fogo, sendo a vítima socorrida ao hospital. Em todos os casos, quatro homens participaram dos disparos efetuados contra as vítimas.

Investigações

A Polícia Civil apontou que todos os crimes foram motivados por uma briga entre integrantes da facção, sendo identificado que os membros do grupo criminoso se organizaram para executar faccionados que deixaram de cumprir as ordens, principalmente, em relação ao tráfico de drogas.

Segundo a delegada Angelina Andrade, todas as ordens para que as vítimas fossem mortas partiram do líder da organização criminosa em Nova Mutum, que se encontra preso na Penitenciária Central do Estado.

Contra o líder da facção e mandante dos crimes foram cumpridos o mandado de prisão e a busca e apreensão na cela em que ele está detido, sendo apreendido no local, um aparelho celular.

por PJC-MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *