Max Russi destaca, em posse na Famato, que o agronegócio é a “mola propulsora” de MT

O deputado Max Russi (PSB) avalia o agronegócio como a “mola propulsora” de desenvolvimento do Estado, atualmente avaliado como um dos que mais cresce e produz em todo Brasil. Representando a Assembleia Legislativa na posse da nova diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) na quinta-feira (9), o primeiro-secretário da Casa de Leis elencou alguns dos principais fatores que vinculam a atuação do setor produtivo ao processo evolutivo dos últimos anos.

Max Russi lembrou que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mato Grosso apresentou maior percentual de crescimento populacional, além disso, é o terceiro do Brasil que mais cresceu em seu Produto Interno Bruto (PIB), ou seja, de 4,5%, conforme o governo estadual.

“O Estado que menos tem desemprego no Brasil. Temos um setor muito importante, que é o setor agrícola, que é o nosso agronegócio, que é nossa produção de carnes, que é a nossa produção de grãos”, complementou

Russi acredita que uma união de forças, somadas aos bons resultados que Mato Grosso vem alcançando, podem gerar ainda mais a implementação de oportunidades em regiões específicas dos 141 municípios.

“Nós precisamos pegar esse nosso desenvolvimento e agregar tudo isso, para que nós possamos gerar qualidade de vida para nosso povo, para que nós possamos olhar para todas as regiões de nosso Mato Grosso e trabalhar para fazer com que cada produtor, que cada pessoa desse Estado faça um pouco mais e nós possamos construir sendo um Estado de oportunidades”, avalia. 

Famato –  O produtor rural Vilmondes Sebastião Tomain foi eleito o novo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) para o triênio 2023-2025. O deputado Max Russi representou o Legislativo durante a posse da nova diretoria.  “Conte com a Assembleia Legislativa para todas as lutas, para todos os projetos, para ajudar o setor produtivo do nosso Estado”, assegurou o primeiro-secretário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *