Câmara de Cuiabá vota contra afastamento do prefeito Emanuel Pinheiro

Com 14 votos contrários, o pedido de criação de uma Comissão Processante (CP) que poderia levar o afastamento do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) foi rejeitado pela Câmara de Vereadores de Cuiabá, nesta quinta-feira (9).

Apenas 9 parlamentares votaram favoráveis.

O pedido foi feito pelo vereador Dilemário Alencar (Podemos).

O parlamentar apresentava diversas irregularidades na saúde na atuação da gestão do prefeito. 

O requerimento tinha cerca de 1.500 páginas. 

Vereadores favoráveis à comissão: Demílson Nogueira (PP), Dr. Luiz Fernando (Republicanos), Edna Sampaio (PT), Eduardo Magalhães (Republicanos), Fellipe Corrêa (Cidadania), Maysa Leão (Republicanos), Michelly Alencar (UB), Renato Mota (Podemos) e Sargento Joelson (PSB). 

Por outro lado, votaram contrários à abertura da Comissão: Rodrigo Arruda e Sá (Cidadania), Adevair Cabral (PTB), Wilson Kero Kero (Podemos), Sargento Vidal (MDB), Dídimo Vovô (PSB), Kássio Coelho (Patriota), Lilo Pinheiro (PDT), Luís Cláudio (PP), Marcus Brito (PV), Pastor Jeferson (PSD), Paulo Henrique (PV), Mário Nadaf (PV), Renivaldo Nascimento (PSDB) e Rogério Varanda (MDB).

Cezinha Nascimento (UB) não compareceu à sessão e o presidente do parlamento municipal, Chico 2000 (PL), não vota.

por Veja Bem MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *