Polícia

Polícia Civil recupera R$ 47 mil de vítima de “golpe do pix” em Cuiabá

A Delegacia Especializada em Estelionatos e Outras Fraudes de Cuiabá recuperou nesta quinta-feira (05.01) 47 mil reais tomados de uma vítima em um golpe envolvendo serviços prestados por um banco federal. 

Na quarta-feira (04.01), uma pessoa se passando por funcionário do Banco do Brasil entrou em contato com a vítima, moradora da Capital, e disse que o sistema de segurança do banco constatou que ela havia acessado a conta por um aparelho celular diferente do cadastrado. O suposto funcionário, de posse dos dados bancários e pessoais, disse ainda que o programa de pontos da vítima tinha sido afetado e orientou que para cliente fazer o resgate dos pontos, seria necessário acessar um endereço da empresa por meio de um link e a direcionou ao serviço de atendimento. 

Após o contato, a vítima ficou com a conta bancária bloqueada e foi ‘orientada’ pelo suposto atendente a ir a uma agência do banco para realizar a liberação no caixa eletrônico, do aplicativo no celular e do crédito do programa de pontos. Em seguida à liberação no caixa eletrônico, a vítima recebeu uma ligação do gerente bancário indagando sobre algumas movimentações estranhas na sua conta e a realização de um empréstimo. 

A Delegacia de Estelionato constatou que foram realizadas transferências bancárias eletrônicas nas modalidades TED e Pix para contas desconhecidas. Depois, os valores foram triangulados para contas diferentes em diversos bancos, a fim de evitar o rastreio da polícia. 

Com o trabalho do Núcleo de Inteligência da Delegacia de Estelionatos foi possível bloquear R$ 47,5 mil e identificar o golpista, que é morador do litoral de São Paulo. A investigação segue para chegar também aos beneficiários das contas que receberam os valores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *