Polícia

Policiais Militares salvam vida de vítima de acidente de trânsito em MT

Em uma ação heroica, policiais militares da Força Tática do 4º Comando Regional reanimaram um homem, de 32 anos, vítima de infarto, nesta quarta-feira (04.01), em Rondonópolis. A vítima estava dirigindo e sofreu um acidente de trânsito, ao ficar desacordado por conta da parada cardíaca.

Conforme o registro da PM, por volta de 09h da manhã, os policiais militares da Força Tática estavam em patrulhamento pela região do Anel Viário da MT-130, quando flagraram um acidente de trânsito, em que o veículo Fiat Cronos havia colidido contra um poste.

Ao se aproximarem do carro, a equipe identificou que o motorista estava com cinto de segurança e desacordado, debruçado sobre o volante do veículo. Os policiais militares tentaram falar com o motorista, mas ao verem que a vítima não respondia e devido ao risco de vida, optaram por quebrar o vidro do veículo para destrancar o carro.

Na sequência, a equipe deitou a vítima no banco de motorista e verificou que o homem estava com poucos sinais vitais. Devido a urgência, os policiais militares iniciaram o trabalho de massagem cardíaca e, após uma breve sequência de exercícios, a vítima se reanimou e se mostrou consciente, informando que estava com fortes dores no peito e na cabeça.

Em seguida, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local e encaminhou a vítima para o Hospital Regional de Rondonópolis para receber os atendimentos médicos necessários. Os socorristas afirmaram que a vítima estava em seus últimos sinais vitais e que o atendimento feito pela PM foi eficaz para trazê-la de volta à vida.

O subcomandante da Força Tática do 4º Comando Regional, capitão Walter Melechco, ressalta que os policiais militares recebem treinamento de primeiros socorros desde o ingresso na corporação, passando por constantes capacitações. “Inicialmente, são voltados para os próprios policiais durante ocorrências, mas em casos em que a população necessita, atendemos e damos o máximo para salvar a vida de todos”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *