Jayme Campos critica o ministro Alexandre de Moraes por persistência no bloqueio de contas

O senador Jayme Campos (União Brasil) pediu que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes desbloqueie as contas bancárias de 43 pessoas físicas e jurídicas investigadas por supostos atos antidemocráticos. 

Jayme disse que a decisão monocrática do ministro não pode persistir e o assunto deveria ser transferido para um debate amplo. Os investigados são acusados de incitar bloqueios de pistas nos protestos após o segundo turno da eleição presidencial. 

“Na minha modesta opinião, nós temos que fazer aqui, num termo bem chulo, um freio de arrumação. Confesso que, como cidadão brasileiro, eu tenho certeza do direito de externar minhas opiniões, sejam elas as que agradam ou desagradam. Agora, agir da forma que está agindo, eu acho que nós temos que fazer algo”, criticou. 

O bloqueio foi autorizado pelo ministro no dia 17 de novembro. Segundo a decisão, os envolvidos seriam suspeitos de financiar as manifestações que fecharam rodovias pelo país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *