Bope forma militares de MT e outros estados no 4° Curso de Técnico Explosivista

Treze policiais militares concluíram o 4° Curso de Técnico Explosivista do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). A cerimônia ocorreu na manhã desta sexta-feira (14.10), no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, em Cuiabá. 

A capacitação faz parte da formação continuada de especialista na área de explosivos do batalhão. O curso é considerado referência no Brasil. Além de policiais de Mato Grosso, participaram, ainda, militares da Paraíba, Piauí, Mato Grosso do Sul e Paraná. 

Ao todo, o curso teve duração de 45 dias, nos quais os militares tiveram aulas teóricas e práticas, como o contato e manuseio com artefatos explosivos, princípios de deflagração e detonação. Ainda, participaram de atividades pré-incidentais, de contramedidas e pós-incidentais para garantir a segurança das pessoas e seu patrimônio, quando ameaçadas por bombas e explosivos. 

O comandante-geral da Polícia Militar do Estado, coronel Alexandre Corrêa Mendes, parabenizou os formandos pela conclusão do curso e ressaltou que todos as capacitações de formação continuada das unidades especializadas ofertam vagas para policiais de outros estados. 

“Parabenizo a todos os policiais militares dos outros estados que confiaram fielmente no nosso trabalho de formação, que é referência nacional. Essa troca de experiência é essencial para capacitação dos militares que garantem a segurança da sociedade”, manifestou.

O tenente-coronel PM e comandante do Bope, Frederico Correa Lima Lopes, ressaltou que a manobra de explosivos exige pessoas e equipamentos especializados, treinamentos e estrutura em condições de resposta. 

“O potencial ofensivo dos artefatos explosivos e o elevado grau de risco no atendimento a este tipo de incidente, torna a atividade de altíssima periculosidade para seus operadores que são conhecidos como Técnicos Explosivistas, e carregam a responsabilidade de proteger os cidadãos, mesmo com o risco de suas próprias vidas”, disse.

Wellyngton Souza | PMMT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *