Juares homenageia engenheiros agrônomos do Sistema Confea/Crea de MT

O presidente do Conselho Regional de Engenharia de Mato Grosso (Crea-MT), eng. civil Juares Samaniego homenageia neste dia 12 de outubro todos os engenheiros agrônomos do Sistema Confea/Crea de Mato Grosso. “ Parabenizo o trabalho desenvolvido por quem planeja, organiza e acompanha o preparo e o cultivo do solo, cuida da alimentação, da reprodução e do abate de animais, além de gerenciar o armazenamento, a industrialização e a comercialização de alimentos de origem animal e vegetal. Das profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea, a primeira a ser regulamentada foi a de engenheiro agrônomo, em 12 de outubro de 1933. Desde então, os profissionais da agronomia orgulham nossa nação todos os dias. Afinal, eles cuidam da produção agropecuária, lembrando sempre da sustentabilidade”, destacou o Samaniego.

Um pouco sobre a data e o profissional dessa modalidade

O Dia do Engenheiro Agrônomo é uma data importante para o calendário brasileiro, e segue o marco da regulamentação da profissão no país. Foi nesse dia, em 1933, que o então presidente Getúlio Vargas publicou o Decreto-Lei nº 23.196/33, estabelecendo diretrizes sobre a profissão de engenheiro agrônomo.

Além disso, o decreto estabelece ainda as regras de conteúdo para a graduação, tanto de agrônomos como de engenheiros, que atualmente pouco se diferem no mercado de trabalho. No Brasil, a data é acompanhada ainda de diversas atividades e ações para homenagear os profissionais.

A carreira em Engenharia Agronômica engloba, hoje, diversas áreas de atuação. Engenheiro agrônomo estuda temas que vão muito além do manejo do solo e da produção em si. Há etapas fundamentais de aprendizado em setores como administração rural, gerenciamento de cooperativas e pesquisa.

Assim como o mercado de trabalho demanda profissionais flexíveis e com conhecimentos amplos em diversas áreas, o mesmo vale para o profissional do campo. Especializar-se em técnicas modernas de cultivo, produção e distribuição é uma necessidade para quem deseja conquistar oportunidades melhores no setor. Outras informações aqui sobre o agrônomo.

Cristina Cavaleiro 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *