Neri denuncia empresas de comunicação de senador de MT

Após obter decisão favorável no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) e obter o registro de sua candidatura, o deputado federal cassado Neri Geller (PP) prometeu “ir para cima” do seu principal adversário na eleição deste ano, o senador e candidato a reeleição Wellington Fagundes (PL). “Vamos demonstrar quem é quem na ordem do dia, quem é quem na fila do pão”, disse.

Apesar de garantir que fará um debate de alto nível nos próximos 21 dias de campanha, o progressista falou que quer “trazer a luz” alguns questionamentos sobre o adversário. Neri já havia denunciado Fagundes por conta de uma propina de R$ 1 milhão recebida de um empresário que firmou colaboração premiada com o Ministério Público Estadual.

Agora, cobrou esclarecimentos sobre recebimento de verbas publicitárias de empresas de comunicação ligadas ao senador Wellington Fagundes e seus familiares. “Nosso adversário vai ter que vir falar a questão da delação, das 14 empresas que recebem dinheiro público e ele vai explicar de que forma. Pedi esclarecimento para a Assembleia Legislativa. Não vamos usar isso para fazer politicagem, mas quero saber a verdade”, colocou.

Geller pontuou que o foco nesta reta final será sobre as questões macros relacionadas ao Estado. “Mas essas raposas velhas têm que aparecer. Essa informação tem que se tornar pública”, pontuou Geller, que promete fazer esse questionamento ao adversário nos debates eleitorais.

Da mesma forma, quer abordar sobre a delação do empresário Pierre François, que disse ter entregado R$ 500 mil ao filho de Wellington Fagundes em uma caixa de vinho. “Caixa de vinho é para festa, não para carregar dinheiro sujo. Ele tem que explicar isso”.

CAMPANHA

Neri Geller disse que o deferimento da candidatura por parte do TRE-MT também serve para motivar a militância política. “Isso me traz muito ânimo, porque as pessoas estavam na expectativa. Os números internos que tenho indicam que nosso número não caiu e nosso adversário também não cresceu, pelo contrário, caiu um pouco. E nesses 21 dias nós vamos pra cima”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *