Com mais de 300 carros em carreata Max Russi mostra crescimento na região do Araguaia 

Em General Carneiro, o segundo município em que mais recebeu votos proporcionais à quantidade de eleitores, Max Russi (PSB) reuniu na última sexta-feira (9) mais de 300 carros e 50 motos em carreata.

Organizado pelo prefeito Marcelo Aquino (PL), o evento precedeu o lançamento da campanha de reeleição do deputado no Araguaia, em Barra do Garças.

No pleito de 2018, Russi recebeu 1.045 votos no município, o que representou 38,5% dos votos válidos. “General Carneiro confiou em mim e sinto que fiz um bom trabalho. Espero que possam confiar novamente e eu possa fazer ainda mais pela cidade”, disse Russi.

De identidade municipalista, o parlamentar conta com grande apoio dos prefeitos do Araguaia. Marcelo Aquino, chefe do executivo de General Carneiro é um deles. “Max é um político fácil de carregar. Ele já fez, está fazendo e continuará fazendo por nós”, destacou o prefeito.

Por fim, o senador Wellington Fagundes (PL), também em busca da reeleição, ressaltou o trabalho de Aquino em General Carneiro. “Aqui temos um povo trabalhador, uma miscigenação com os povos indígenas, sobretudo os Xavantes. Com o prefeito sendo um dos mais bem avaliados do Estado, a cidade tem uma das melhores qualidades de vida de todo Mato Grosso”, finalizou.

Serviços de mandato de Max

Desde 2015:

953 indicações
129 projetos de lei
112 moções de aplausos
110 projetos de resolução
76 requerimentos
28 moções de pesar
12 projetos de lei complementar
2 moções de solidariedade
2 propostas de emenda

Principais Ações

Criação da Câmara Setorial Temática, que oferece qualificação profissional aos ACSs e ACEs, através do curso de Técnico em Agente de Saúde. Mais de 1200 profissionais já passaram pela formação.

Implantação do Projeto que resultou na aquisição de veículos e equipamentos para os Conselhos Tutelares dos 141 municípios de Mato Grosso, fortalecendo o trabalho dessas instituições e valorizando os profissionais.

Mais de 400 salas de aula climatizada, através de emendas parlamentares e articulações

Participação da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (Cop26), entre outubro e novembro, onde a comitiva de Mato Grosso teve a oportunidade de potencializar nosso modelo ambiental e assim atrair investimentos para práticas sustentáveis em nossa região.

Encabeçou e defendeu importantes pautas, como a proposta que isenta diversos setores comerciais do pagamento de Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA) em 202, que beneficiou 550 mil contribuintes.

Deu importantes contribuições ao estado durante o ano, bem como a aprovação de legislações, como o projeto que fixa a Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores públicos estaduais em 7%, com pagamento a partir de janeiro de 2022, aprovada pelos deputados estaduais.

Atuou na formatação do Ser Família e Ser Família Emergencial, que hoje atende mais de 100 mil famílias no Estado, que foram prejudicadas pelas medidas restritivas da pandemia. Destinou emenda própria, para a prorrogação do programa de distribuição de renda até o final de 2022

Principais Leis Sancionadas

2016 – Lei nº 10.453/2016 que alterou o artigo 8º da Lei nº 7958, de 25 de setembro de 2003, que instituiu o Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso (Prodeic). As alterações na legislação têm a finalidade de induzir o desenvolvimento industrial do estado por meio de investimentos adicionais na forma de ampliação, revitalização e modernização de unidades existentes ou criação de plantas industriais.

2017 – Lei de nº 10.638 que prevê reserva de, no mínimo, 30% nas compras realizadas pela Administração Direta e Indireta do Estado para aquisição de bens e serviços provenientes da agricultura familiar e empreendimentos familiares rurais.

2018 – Lei nº 10.739, que determina obrigatoriedade de apresentação de atestado médico oftalmológico para matrícula de alunos do ensino fundamental em escolas públicas de Mato Grosso.

2019 – Altera dispositivos da Lei nº 10.579, de 07 de agosto de 2017, que institui o Programa de Recuperação de Créditos do Estado de Mato Grosso – REGULARIZE. Facilita a negociação para a quitação dos débitos de penalidades aplicadas a contribuintes de Mato Grosso

2019- Lei Ordinária – 10979, que proíbe a queima de pneus, borrachas, plásticos e correlatos.

2019 – LEI Nº 10.850 que veta a utilização de logomarcas, slogans, imagens, cores ou quaisquer outros símbolos que identifiquem gestão ou períodos administrativos determinados nos bens públicos estaduais

2019 – Lei 10.846, que assegura a proteção e destinação de animais resgatados, vítimas de abuso, maus-tratos, feridos ou mutilados, foi promulgada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

2019- LEI Nº 10.806 assegura que o deputado poderá, no dia de sua posse, renunciar a parte ou a totalidade da verba indenizatória de que trata o caput deste artigo, cujo montante será destinado à Sala da Mulher

2020 – Lei 11.100, que briga bares, restaurantes e casas noturnas a adotar medidas de auxílio às mulheres que se sintam em situação de risco

2021 – Lei 11355. A construção ou reforma de quadras esportivas em estabelecimentos de ensino do Estado de Mato Grosso deverão disponibilizar acessibilidade e equipamentos adaptados para o uso de pessoas com deficiência.

2021- LEI Nº 11.320, que dispõe sobre a Política Estadual de Qualificação Social e Profissional e visa estimular práticas e medidas de inserção no mercado de trabalho

2021 – Lei nº11.345, de 28 de abril de 2021, que dispõe sobre a atualização cadastral e a intervenção na fila de espera na regulação do Sistema Único de Saúde – SUS.

2021 –Lei 11.366 pune financeiramente agressores de mulheres em Mato Grosso. Conforme a nova medida, o agressor terá que ressarcir aos cofres públicos as despesas previdenciárias e de saúde inerentes ao ato praticado: atendimento médico, hospitalar, auxílio-doença, aposentadoria, inclusive pensão por morte.

2021 –Lei Complementar Nº 691/2021 atribui a investigação de furto ou roubo de cargas transportadas à Divisão de Investigações Especiais da Polícia Civil. A legislação altera o dispositivo da Lei Complementar nº 407/2010, que dispõe sobre a Organização e o Estatuto da Polícia Judiciária Civil do Estado. O artigo 91 da Lei 691/2021 atribuiu à Divisão de Investigações Especiais a apuração de crimes de roubo de cargas transportadas e delitos relacionados a bancos e caixas eletrônicos

2022 – Lei 11798 que proíbe a troca de medidores e padrões de energia (monofásico, bifásico ou trifásico), como de similares instalados pelas concessionárias prestadoras de serviços essenciais ao fornecimento de energia elétrica, sem a devida comunicação prévia ao consumidor.

2022- Lei 11.795, que amplia a divulgação dos serviços especializados de atendimento às mulheres. A proposta dispõe sobre a criação de um guia informativo sobre os serviços públicos disponíveis às vítimas de violência doméstica e sexual.

2022 – Lei 11673, que amplia direitos de idosos e pensionistas no transporte intermunicipal. nova media garante a gratuidade do transporte coletivo, dentro do estado, ao que portarem o “Passaporte do Idoso”, que deverá ser emitido pelo Sindicato Estadual dos Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindapi-MT).

2022- Lei 11.664 institui a Política Estadual de Assistência Social em Mato Grosso, com o intuído de reduzir a desigualdade no estado. Nova media regulamenta as normas operacionais e gerenciais do Sistema Único de Assistência Social (Suas-MT).

Secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social (janeiro de 2016)

Criou o Pró-Família, programa de distribuição de renda que atendeu mais de 20 mil famílias, em situação de vulnerabilidade, nos 141 municípios.

Implantação da Parceria Público-Privada (PPP), no âmbito da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social, que já resultou na construção de sete unidades do “Ganha Tempo” no estado de Mato Grosso, a destacar os municípios de Cuiabá (nova unidade no bairro Morada do Ouro e reforma da Unidade Ipiranga, no Centro), Várzea Grande (no bairro Cristo Rei), Sinop, Cáceres, Rondonópolis e Barra do Garças.

Secretário Chefe da Casa Civil (outubro de 2017)

Articulação de para instalação de 100 academias ao ar livre em 90 municípios.

Reforço o diálogo e entendimento com os poderes constituídos, municípios e órgãos do Executivo estadual

Breve Resumo

Com uma trajetória pautada no desenvolvimento social e econômico, Max Russi se reelegeu deputado estadual com um grande crescimento eleitoral, superando os 75% a mais de votos.

Fruto de um primeiro mandato atuante e centrado na resolução de problemas práticos, que afetam diretamente a população, deu novo rumo a Setas-MT, implantando o maior projeto de promoção social do estado, o Pró-Família, colaborando para que mais de 22 mil famílias saíssem da miséria e tivessem a dignidade que mereciam.

De forma inovadora e corajosa, buscou recursos no Fundo de Erradicação da Pobreza, não onerando o orçamento do estado.

Sua história começa no interior de Mato Grosso, como a de muitos outros migrantes, trabalhando com afinco nessa nova terra. Começou como funcionário de um posto de combustível e, com todo o esforço, se tornou empresário, mas nunca se esqueceu das dificuldades que passou.

Entrou para a política para ajudar aqueles que estavam ao seu lado e que necessitavam de um olhar mais humano do governo. Foi eleito vereador da cidade de Jaciara com 23 anos. Quatro anos depois assumiria a prefeitura de Jaciara, numa campanha de “Daví contra Golias”. Fez um excelente trabalho e foi reeleito com facilidade, estando a frente no município por mais uma gestão.

Quando sua região mais necessitava, foi a luta e se elegeu como deputado Estadual do Vale do São Lourenço. Político nato e grande liderança municipalista, foi convidado pelo governador para assumir a Casa Civil, sendo a mão forte do governo e levando progresso para todos os municípios.
Esteve à frente da CCJR, cumprindo com ética a função de analisar a legalidade das propostas legislativas, além de presidir a CPI do MP Estadual, uma verdadeira luta contra a corrupção. Terminou o primeiro mandato com a força de um político experiente, mas ainda com a sede de fazer sempre mais. Foi reeleito como deputado estadual, com a terceira maior votação do estado, e assumiu a Primeira Secretaria da Assembleia Legislativa, reflexo da construção de uma carreira pujante e que está apenas no início.

No período de um ano, assumiu a Presidência da Assembleia Legislativa, tendo se destacado na economia de recursos e gestão de combate a pandemia. Como presidente da Legislativo articulou ainda no início do ano, junto à Comissão de Saúde da ALMT, a criação de 5 novos postos de vacinação contra a covid-19, em polos importantes, sendo 3 na baixada cuiabana, um em Rondonópolis e um em Tangará da Serra. Ao total 592.86 pessoas foram imunizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *