Tribunal de Justiça determina suspensão imediata da greve dos médicos

O Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJ-MT) determinou que a greve anunciada pelo Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed) para esta segunda-feira (05) seja suspensa imediatamente.

Segundo a decisão do desembargador Marcos Machado,  proferida no domingo (4), os canais de negociação não foram exauridos entre a categoria e a prefeitura e, em caso de descumprimento, o Sindimed será penalizado com multa diária de R$ 50 mil.

Para Machado, a falta de acordo em um audiência conciliatória realizada na terça-feira(30 de agosto) não representa o fim da negociação entre as partes.

A greve

No final da semana passada o sindicato dos médicos anunciou que a greve seria deflagrada por tempo indeterminada a partir de hoje, segunda-feira (4), nas unidades geridas pelo Município e pela Empresa Cuiabana de Saúde, entre elas o Hospital Municipal de Cuiabá e o Hospital Municipal São Benedito.

Os profissionais alegam que a negociação com a prefeitura se arrastam e, enquanto isto, precisam trabalhar em ambientes com infraestrutura precária e falta de insumos. Eles questionam também a falta de médicos no quadro de funcionários, o que obriga os contratados a atuarem em escalas exaustivas.

Paralelo a assembleia que resultou na greve, o Sindimed também acionou o Ministério Público do Estado por conta da falta de cumprimento das medidas judiciais relacionadas à Saúde por parte da prefeitura. Por conta da provocação, o MP ingressou com uma representação no TJ na quinta-feira (1), pedindo intervenção na Saúde Municipal, mas o pedido não foi julgado ainda.

por O Livre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *