Candidato ao Senado, Galvan propõe que juízes do STF sejam escolhidos por meio de concurso

O candidato ao Senado Antonio Galvan (PTB) pretende fazer mudanças no sistema judiciário brasileiro caso seja eleito. Galvan defende que os futuros ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal de Contas da União (TCU) sejam escolhidos por meio de concurso público ou por votação entre seus pares.

“A proposta é acabar com a influência política, exemplo é o ministro Alexandre de Moraes que foi secretário do governo do vice do Lula, Geraldo Alckmin, e indicado pelo ex-presidente Michel Temer para o STF. Agora, Moraes vai presidir o Tribunal Superior Eleitoral e comandar às eleições desse ano. No mínimo ele deveria abdicar de comandar o processo eleitoral por ter ligação com o vice do Lula”, explicou Galvan.

Ainda segundo o candidato ao Senado é fundamental corrigir possíveis falhas no sistema judiciário para melhorar a estabilidade do país e para punir com mais rigor os casos de corrupção.

De acordo com a Constituição Federal, cabe ao Senado julgar e até mesmo afastar do cargo os ministros em caso de desvio de conduta.

Com Assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *