Cidades

Médica grávida atacada continua internada e segue em estado grave

A médica Jaqueline Matos da Croce, atacada na tarde desta quinta-feira (25) em uma Unidade de Saúde da Família, no bairro São José, em Primavera do Leste – MT, segue internada e não está fora de risco. As informações foram repassadas pelo irmão dela, médico cardiologista, Leandro da Croce.

Ele afirmou que Jaqueline passou por cirurgia delicada ainda ontem (26) e que segue internada na UTI do Hospital das Clínicas, em recuperação com quadro estável.

“Ela teve quatro perfurações por arma branca, uma delas no abdômen e que por sorte não atingiu o útero, já que ela está gestante de 20 semanas”, afirmou o médico.

Ele lamentou ainda o fato da agente de saúde, Regy Rouse de Oliveira, não ter resistido aos ferimentos ” A Regy Rouse foi um anjo, entrou para salvar minha irmã e mesmo com todos os esforços não conseguimos salvar a vida dela”, ressaltou.

Médica grávida atacada em PSF continua internada e sofreu quatro perfurações; uma delas no abdômen
Irmão da vítima, cardiologista Leandro da Croce – Foto: Montagem/Rede Social

RESPEITO À FAMÍLIA

O médico aproveitou o vídeo e pediu a toda a população respeito pelo momento que vive a família, principalmente por alguns meios de comunicação terem dito que o suspeito foi mal atendido na unidade, caso contestado pela família e por amigos da médica que já atua no PSF há sete anos. Ele salientou também que algumas pessoas têm aproveitado a tragédia ocorrida para se promover politicamente.

“Colocar a culpa em um ou outro para se promover não adianta, ele poderia ter invadido uma creche, um bar, um restaurante… ele é uma pessoa doente, de má índole, o que peço é a oração de todos”, concluiu o irmão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *