Política

Emanuelzinho, Garcia e Medeiros lideram para Federal na capital

O deputado federal, Emanuelzinho Pinheiro Neto (MDB), caminha a passos firmes para se tornar o campeão de votos em Cuiabá e Várzea Grande. É o que revela pesquisa da Percent, realizada nas duas maiores cidades de Mato Grosso entre os dias 13 a 19 de agosto, com 1.000 entrevistas presenciais, divulgada, nesta semana.

Segundo a quantitativa, divulgada pelo portal ODOCUMENTO e TV Cuiabá, Emanuelzinho foi citado por 6% dos pesquisados, quase o dobro das intenções de votos do segundo colocado.

O suplente de senador, Fábio Garcia, o Fabinho (União Brasil), que antes de ser oficializado como candidato a deputado federal aparecia nas pesquisas de opinião com menos de 1%, arrancou, conquistando a 2ª colocação com 3,8% das citações.

Bolsonarista raiz, o deputado federal, José Medeiros (PL), ocupou a 3ª terceira posição com 3,1% na somatória agregada das duas cidades mais populosas do estado, liderando na concorrida chapa do PL.

Ex-comandante-geral da Polícia Militar, o Coronel Assis (União Brasil), filho de família tradicional de Várzea Grande, pontuou bem e segue crescendo. Ele abocanhou 2,8% das citações presenciais.

A deputada federal, Rosa Neide (PT), o advogado, Irajá Lacerda (PSD), e o ex-governador, Carlos Bezerra (MDB), pontuaram com 2,5%, 2,1% e 2%, respectivamente. Outros oito nomes apareceram com menos de 2%. Os indecisos ainda estão em patamar muito elevado, algo próximo a 68%.  (gráfico abaixo).

Metodologia

Com abrangência em Cuiabá e Várzea Grande, a sondagem foi realizada entre os dias 13 a 19 de agosto com 1.000 entrevistas presenciais de maneira espontânea, ou seja, não foi apresentado previamente uma lista de nomes. A margem de erro é de 3,10% para mais ou para menos.

Com intervalo de confiança de 95%, a pesquisa foi devidamente registrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob os números MT-07593/2022 e BR-03936/2022.

Veja abaixo quadro completo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *