conecte-se conosco



Várzea Grande

Vereadores denunciam asfalto “casca de ovo” e cobram notificação da empresa

Publicado

em

Fotos Clara Rossi e Edson Emiliano

As constantes reclamações da população sobre a qualidade da pavimentação asfáltica e da operação tapa buraco realizada pela Secretaria Municipal, de Viação, Obras e Urbanismo em vários bairros de Várzea Grande, provocou intenso debate na Câmara Municipal  e os vereadores aprovaram requerimento exigindo que a empresa seja notificada.

O vereador Clayton Nassarden, o Sardinha (PTB), denunciou que a recente operação realizada em algumas ruas do bairro Mapim, está toda deteriorada e as vias esburacadas. Nassarden explicou que vai cobrar que a empresa seja acionada para refazer o serviço.

“Os moradores estão com documentação, nós fomos verificar in loco, o asfalto é de má qualidade mesmo, se você pegar uma caneta e riscar ele já sai, a espessura que foi colocada ai é de apenas 1 centímetro de massa asfáltica”

O parlamentar constatou falhas visíveis como pequenos buracos no pavimento recém construído. Para ele a situação é gritante e fora do comum.

Além de Sardinha, os vereadores Ferrinho (Podemos) e Gisa Barros (PSB), também reforçaram a cobrança.

Rogerinho da Dakar (PV), falou sobre a Rua Caloginas no bairro São Gonçalo, que foi feita pela empresa Agrienge Engenharia e também já apresenta problemas.

Moradores do bairro Mapim, encaminharam a redação do MT de Fato, fotos do asfalto que demonstram a má qualidade do material utilizado e as enormes crateras que se formaram na avenida Dergan Bussiki  que foi recentemente asfaltada.

 Outro lado

O secretário de Comunicação Marcos Lemos adiantou que todas as obras tem assegurada a garantia quinquenal de cinco anos prevista no Código Civil.

Segundo, o secretário, obras sem qualidade terão que ser refeitas, pois além da avaliação do município, eles passam por avaliação do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica dependendo de onde foi o financiamento.

Lemos lembra que qualidade é exigência número um da prefeita Lucimar Campos, prioridade de sua administração.

Fonte: Elisângela Neponuceno- MT de Fato

 

Veja fotos:

Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Quatro são presos manipulando entorpecentes no Princesa do Sol

Publicado

em

Em mais uma ação de combate ao tráfico de drogas, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), prendeu quatro pessoas que atuavam com o comércio de entorpecentes em Várzea Grande. Além da prisão dos suspeitos, a ação resultou na apreensão de porções de maconha e pasta base de cocaína e também de apetrechos relacionados ao tráfico.

As diligências iniciaram logo que os policiais da DRE receberam informações sobre uma residência no bairro Princesa do Sol, em Várzea Grande, em que pessoas estariam manipulando entorpecentes. Em monitoramento do endereço, os policiais constataram a veracidade da denúncia, sendo visualizado os quatro suspeitos na área dos fundos da casa.A jovem Karina Letícia dos Santos, 19 e os suspeitos, Thiago da Silva Cruz,19, Altivan Calvario de Barros, 28, e Rafael Venicius Cruz Leite, 26, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Diante das evidências, os investigadores entraram na casa, onde foram apreendidas várias porções de pasta base de cocaína que eram manipuladas pelos suspeitos, além de diversos materiais para preparo do entorpecente, como ácido bórico, uma panela com farelos da substância, e talheres com resquícios da droga.

Na área da casa, também foi encontrado balança de precisão e envelopes plásticos utilizados para embalar o entorpecente, sendo dado voz de prisão aos quatro suspeitos que estavam no local. Em continuidade as diligências, os policiais seguiram para endereços indicados pelos suspeitos, em que estariam guardadas outras porções de drogas.

Em uma distribuidora, no bairro Santa Luzia, de propriedade de Altivan, foi apreendido mais um pedaço de pasta base de cocaína, dinheiro e envelopes plásticos para embalar a droga e na residência de Rafael, no bairro Jardim Alá, Várzea Grande, foi realizada a apreensão de uma porção de maconha.

No final dos trabalhos, os suspeitos foram conduzidos a DRE, onde após serem interrogados pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

Redação

Continue lendo

Artigos

Polícia

Política MT

Várzea Grande

Cuiabá

Mais Lidas da Semana